brasileiros

Com alto envelhecimento, Portugal atrai profissionais de saúde do Brasil

Portugal é tido como o país da União Europeia com o maior índice de envelhecimento demográfico em 2023, com uma população cada vez mais idosa, o que gera demanda por profissionais da saúde.

Para se ter ideia, a nação europeia registrou a maior proporção de pessoas com 65 anos de idade ou mais (24%), acima da média de 21,3% na UE. A idade média da população da UE aumentou 2,3 anos desde 2013, quando era de 42,2 anos, e Portugal ocupa o topo da tabela, com 4,4 anos em média de envelhecimento, em apenas uma década.

No total da população dos 0 aos 14 anos, Portugal tem as percentagens mais baixas (12,9%), juntamente com Malta (12,7%) e Itália (12,4%), segundo dados do Eurostat. Os números acendem alerta sobre a necessidade de aumentar o número de profissionais, como geriatras, fisioterapeutas e demais áreas que atuam na terceira idade.

Entre os estrangeiros que têm se destacado nesse cenário, os brasileiros estão sendo cada vez mais valorizados, principalmente pela sua gentileza, simpatia e carisma. Diretora da Academia eFuturo para o Brasil em Lisboa, Renata Maida Freire explicou a importância dos profissionais brasileiros nesse contexto.

“O envelhecimento demográfico é considerado um problema porque indica uma redução da população economicamente ativa, que é o número de habitantes – geralmente entre 15 e 60 anos – aptos a trabalhar e, portanto, a sustentar a economia. Isso faz com que haja uma demanda de profissionais para trabalhar nos mais diversos setores, mas principalmente no de saúde, e para supri-la se recrutam estrangeiros. Uma das nacionalidades mais valorizadas nas diversas áreas ligadas à saúde é a brasileira. Além do profissionalismo com que brasileiros costumam atuar, costumamos ser reconhecidos pelos portugueses pela nossa gentileza, simpatia e carisma. E isso faz toda a diferença em profissionais que trabalham com a população idosa”, afirmou.

Fisioterapeuta brasileiro que atua em Portugal, João Sena detalhou como atuam os brasileiros na área de cuidados com pessoas mais velhas ou com necessidades especiais. Ele ressalta que os compatriotas são valorizados pela forma de cuidado, o que tem aberto oportunidades de emprego em diversos setores.

“Os brasileiros são bem-vistos na área de cuidados de pessoas idosas ou com maior necessidade de apoio, como pessoas com deficiência (PCDs), pois nos consideram pessoas mais meigas, carinhosas e alegres na forma de cuidar. Para cuidadores, em especial, há oportunidade de emprego em qualquer período do ano”, disse.

Segundo Renata, além da valorização dos profissionais brasileiros, a faixa salarial para os cargos na área da saúde em Portugal varia de 820 euros a 3,5 mil euros, a depender da experiência e cargo ocupado.