GPS Brasília comscore

Virginie Viard deixa a direção criativa da Chanel

Após cinco anos, Virginie Viard deixa o cargo de diretora criativa da Chanel
(Foto: Stephane Cardinale/Corbis via Getty Images)

Compartilhe:

Nessa quarta-feira (5), o mundo da moda foi pego de surpresa com o anúncio da saída de Virginie Viard da direção criativa da Chanel, após cinco anos no cargo, e mais de 30 anos de trabalho na marca. 

“Chanel confirma a saída de Virginie Viard após uma rica parceria de cinco anos como diretora artística das coleções de moda, durante os quais ela foi capaz de inovar os códigos da casa, respeitando o legado criativo da Chanel, e quase 30 anos dentro da maison”, disse a marca em um comunicado.

 

Virginie foi nomeada diretora criativa da Chanel após a morte de Karl Lagerfeld, em 2019. Apesar de sofrer diversas críticas nas mídias sociais sobre suas coleções com modelagens mais simples e desfiles sem toda a magia e inovação de Karl Largerfeld, a marca sob direção de Virginie Viard registrou um aumento de 16% na receita, alcançando USD 19,7 bilhões (cerca de R$ 103,8 bilhões) em 2023. Esse desempenho reflete um crescimento de dois dígitos em todas as categorias de vendas da empresa.

Karl Lagerfeld e Virginie Viard (Foto: Getty Images)

A última coleção desenvolvida por Virginie Viard para a Chanel é a da linha de alta-costura, temporada outono/inverno 2024/2025, que será apresentada no dia 25 de junho na Opéra Garnier.

O nome que irá assumir o cargo de novo diretor criativo da Chanel ainda não foi divulgado, mas as expectativas giram em torno de Pierpaolo Piccioli (que saiu em março da Valentino), Sarah Burton (recém-saída de Alexander McQueen), Hedi Slimane (ex-diretor artístico da Saint Laurent, atual da Celine e pupilo de Karl Lagerfeld). Nomes como Marc Jacobs, John Galliano, Jeremy Scott, Phoebe Philo e Tom Ford também estão na lista de especulações dos entusiastas de moda.