GPS Brasília comscore

Vaquinha entre parlamentares arrecada R$ 125 mil para manifestação pró-Bolsonaro

Segundo o deputado federal Sóstenes Cavalcante (PL-RJ), cada um contribuirá com R$ 5 mil
Sóstenes Cavalcante é o arrecadador da vaquinha pró-Bolsonaro
Sóstenes Cavalcante é o arrecadador da vaquinha pró-Bolsonaro. Foto: Mario Agra/Câmara dos Deputados

Compartilhe:

Pelo menos 25 deputados e senadores conseguiram juntar R$ 125 mil numa vaquinha para ajudar a custear a manifestação a favor do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), no Rio de Janeiro, neste domingo (21). O deputado Sóstenes Cavalcante (PL-RJ) foi o responsável pela arrecadação do valor e primeiro parlamentar a doar o valor de R$ 5 mil. No DF, há a confirmação de dois nomes que contribuíram na arrecadação: a deputada federal Bia Kicis (PL-DF) e o senador Izalci Lucas (PL-DF).

Diferente do ato em São Paulo em fevereiro, financiado por Silas Malafaia, os parlamentares são quem agora ajudam a concretizar o evento. “Eu fui o primeiro para dar exemplo”, comenta Sóstenes. Além dele, outros 15 colegas deputados e nove senadores desembolsaram R$ 5 mil para a vaquinha. Um deles é o deputado Pastor Marco Feliciano (PL-SP). “Contribui porque acredito em manifestações pacíficas e que não é justo apenas uma pessoa arcar com os gastos”, afirma.

A reportagem mapeou 14 desses congressistas que participaram da vaquinha. O nome dos senadores foi confirmado por Sóstenes, que diz ter feito um compromisso de não identificar todos os deputados, já que alguns deles pediram sigilo. O pastor Silas Malafaia, que também estará presente, confirmou outros dois nomes.

Até a tarde de sexta-feira (19), mais de 70 deputados confirmaram que irão para o ato de Bolsonaro, sendo nove senadores e quatro governadores ou vice-governadores. “Acredito que será grande”, diz José Medeiros (PL-MT). “No domingo, mais uma vez patriotas estarão juntos numa manifestação pacífica em prol da democracia, com Deus pela pátria, pela família e pela liberdade, chamando a atenção do mundo, num mar de verde e amarelo”, completa Feliciano.

Três dos quatro filhos políticos do ex-presidente, o senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ), o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP) e o vereador carioca Carlos Bolsonaro (PL-RJ), estarão presentes. A ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro (PL) também irá. Até o momento da publicação desta reportagem, havia a confirmação de que apenas eduardo havia contribuído com a vaquinha.

A expectativa é que o evento sirva de palanque para o governador do Rio, Cláudio Castro (PL), e para o pré-candidato da capital fluminense, Alexandre Ramagem (PL-RJ). A manifestação começará a partir das 10h, quando bolsonaristas farão a concentração no cruzamento da Avenida Atlântica com a Rua Bolívar, na praia de Copacabana.