GPS Brasília comscore

Sarah Snook leva o 3º prêmio de atriz dramática em uma semana

Em entrevista, Sarah contou que já foi ofendida por um diretor de elenco e por um produtor de cinema
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Compartilhe:

Nem sempre tudo foi glamour para a atriz Sarah Snook, do fenômeno Succession. Ela acabou de faturar, na segunda, 15, o Emmy de melhor atriz em série dramática, um dia depois de ganhar o mesmo prêmio no Critics Choice Awards e uma semana após conquistar o troféu no Globo de Ouro.

Mas, no começo da carreira, a história foi outra. Em entrevista ao The Sunday Times, de Londres, ela contou que já foi ofendida por um diretor de elenco e por um produtor de cinema. “Você é uma ninguém, mas o diretor e o roteirista acham que você é boa para o papel”, Sarah diz ter escutado de um diretor.

Como alternativa a essa situação, ele teria feito uma proposta. “Vamos mudar tudo em você para que seja comercializável: clarear seus dentes, escurecer seu cabelo, dar-lhe um personal trainer para perder peso e ficar com a aparência ideal.” Ela aceitou. O raciocínio era: “Para ter sucesso, preciso ser tudo o que não sou”.

Em outra ocasião, Sarah teve a atenção chamada na frente de todo o elenco por um produtor de cinema. O motivo? Estar comendo o “menor pedaço possível de um bolo de chocolate”. Mas dessa vez alguém do setor de figurino a defendeu.

Dada a volta por cima, a atriz deu um recado às mulheres na aceitação do prêmio, comentando ter atuado grávida na última temporada de Succession. “É fácil atuar quando se está grávida, os hormônios estão à flor da pele. Carreguei minha filha comigo nessa última temporada. E, na verdade, foi ela quem me carregou “

 

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.