GPS Brasília comscore

Paisagismo e sustentabilidade são destaque na CASACOR

Materiais ecológicos e plantas tornam ambientes mais vivos e confortáveis
Um novo olhar (Fotos: Divulgação)

Compartilhe:

O equilíbrio entre construções e áreas verdes que também usam materiais sustentáveis estava presente em diversos projetos arquitetônicos da 31° edição da CASACOR. Eles trouxeram, além de um toque de beleza, ambientes mais vivos e que permitem uma maior conexão com a natureza. 

Logo na entrada da CASACOR, que foi montada no Estádio Nacional Mané Garrincha, o projeto Cabana do Lago, de Leo Romana, traduz esse conceito. O espaço de 410m² feito com materiais sustentáveis, foi inspirado em glampings, que são acampamentos de luxo. A ideia foi oferecer uma opção prática de acampar de rápida montagem. Com uso de diversas plantas, o paisagismo é assinado pela dupla Cleber e Arthur Depieri.

Cabana do Lago
Cabana do Lago
Cabana do Lago

Antes de entrar na CASACOR, os visitantes também passam pelo espaço Um novo olhar, de Depieri Paisagismo. Uma atração é a oliveira com 70 anos, suspensa em um kokedama a aproximadamente 2,5 metros de altura do chão. O projeto convida os visitantes a uma experiência imersiva através da natureza, destacando a exuberância do clima tropical em um espaço de 157m². Isso proporciona imersão e harmonia entre a beleza das plantas e da madeira de reflorestamento.

Um novo olhar
Um novo olhar

 

No espaço Verde Lar, Marcos Silva leva a natureza para o cotidiano das pessoas em 250m². O projeto destaca as plantas em ambientes internos, com folhas leves e cheias de vida, conectando o natural para trazer tranquilidade e perspectiva. Os materiais usados no ambiente incluem grandes maciços de plantas com folhas longas, madeira, ferro e concreto do próprio estádio.

Verde Lar

A arquiteta Angela Feitoza incorporou ao projeto Varandas do Sauípe elementos naturais, como pedra e madeira, com uma paleta de cores vibrantes – azul, amarelo e verde – ressaltando a essência tropical da Costa do Sauípe (BA), evocando a serenidade e a beleza da paisagem em um ambiente de 100m². O design biofílico adiciona um toque de elegância, enquanto a varanda espaçosa, projetada para maximizar a iluminação natural, convida a interagir com a exuberância da natureza.

Varandas do Sauípe
Varandas do Sauípe

Projetada pelo Escritório Alves Design, a Praça SER é um verdadeiro refúgio em meio ao concreto, oferecendo um respiro revitalizante aos visitantes da mostra. Celebrando a brasilidade em um ambiente de 300 m², exibe uma rica e exuberante diversidade de plantas tropicais e peças autorais de renomados artistas brasileiros. Drywall, madeira e o tradicional barro nos vasos compõem o espaço, enaltecendo uma estética singular. Não apenas visualmente atraente, o ambiente foi concebido a partir de materiais sustentáveis, promovendo uma obra limpa e demonstrando um cuidado excepcional com o meio ambiente. 

Praça Ser
Praça Ser

Com o cenário da capital federal ao fundo, o Studio Vírgula concebeu a Praça Áurea, um amplo espaço de 400m² que visa criar uma atmosfera de equilíbrio por meio do design biofílico. Este ambiente foi concebido como um local de contemplação, no qual os pilares redondos existentes no estádio se integram harmoniosamente com as formas orgânicas do projeto.

Praça Áurea
Praça Áurea

 

Últimas

Política