GPS Brasília comscore

Matthew Perry deixou patrimônio milionário; saiba o valor e quem são os beneficiários

Maior parte da herança de Matthew irá para um fundo batizado de 'Alvy Singer Living Trust'
Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

Compartilhe:

Depois de quatro meses da morte de Matthew Perry, seu testamento é revelado. Com um patrimônio de USD 120 milhões, de acordo com o site TMZ, a maior parte desse valor irá para um fundo fiduciário, administrado por duas amigas, Lisa Ferguson e Robin Ruzan. 

O título escolhido por Matthew para o fundo foi ‘Alvy Singer Living Trust’, nome do personagem de Woody Allen no filme ‘Annie Hall’, de 1977.

Criado em 2009 pelo intérprete de Chandler Bing, o testamento tem o pai do artista, John Perry, e a mãe, Suzanne Morrison, nomeados como beneficiários, assim como a meia-irmã dele, Caitlin Morrison, e a ex-namorada, Rachel Dunn, com quem terminou em 2005.

Ainda de acordo com o TMZ, o ator tinha US$ 1 milhão na conta quando morreu. Esse valor trata-se de um dinheiro extra, já que não condiz com o total de seu patrimônio. 

Desde 2011, Perry fez movimentações financeiras envolvendo imóveis. Na época, o artista pagou USD 11 milhões por uma nova casa à beira-mar em Malibu, na qual ele vendeu em 2021, por USD 13,1 milhões.

Tendo a possibilidade de envolver diversos ativos, como dinheiro em espécie, ações, bens imóveis ou móveis, empresas e até mesmo obras de arte ou ativos digitais, o fundo fiduciário é um acordo legal para transferir patrimônio a herdeiros, que costuma ser usado por empresas ou grupo familiares, mas que pode ser adotado por uma única pessoa. 

 

Últimas

Política