GPS Brasília comscore

Manipulação: Brasil teve 109 jogos de futebol suspeitos em 2023

Números apresentam queda, mas Brasil segue líder do ranking. Dos jogos em investiagação, 15 são da CBF
Foto: Emilio Garcia
Foto: Emilio Garcia

Compartilhe:

O relatório anual da Sportradar, empresa contratada pela Confederação Brasisleira de Futebol (CBF) para monitoramento de partidas, listou os jogos de futebol que são suspeitos de terem sofrido manipulação em 2023. De acordo com o documento, 109 partidas estão sendo investigadas, dessas, 15 são competições organizadas pela confederação. O número representa uma queda de 29% em relação à quantidade registrada em 2022.

Na lista, a partida de escalão mais alto na hierarquia de competições da CBF é a vitória por 2 a 0 do Londrina sobre o Tombense, em maio do ano passado, pela Série B do Campeonato Brasileiro. As demais partidas foram disputadas pela Série D e, apenas uma delas, pela Copa Verde. Das equipes envolvidas, duas se destacam por estarem na maior parte dos 15 jogos listados no relatório: o São Francisco, do Acre, e o Interporto, de Tocantins. O comunicado sobre o relatório reforça que “não encontrou partidas suspeitas na Série A do Campeonato Brasileiro, na Série C, na Copa do Brasil, Sub-20 ou na Copa do Nordeste”.

Fora as partidas consideradas suspeitas em competições da CBF, foram identificadas outras possíveis manipulações em 94 jogos de futebol organizados por outras federações, não reveladas pela empresa. A Sportradar monitorou cerca de 9 mil partidas em 118 campeonatos nacionais e regionais. O Brasil é o país com maior número absoluto de jogos supervisionados pela empresa suíça, mas isso não quer dizer que o Brasil esteja muito fora da realidade, porque é aqui onde mais se pratica futebol no mundo. Há países como o Peru, por exemplo, onde foram registradas 38 suspeitas de manipulação em apenas cinco campeonatos avaliados.

A CBF tem parceria com a Sportradar desde 2018, mas teve de reforçar suas ações depois do escândalo de manipulação exposto pela Operação Penalidade Máxima, que investigava a participação de jogadores na armação de ações em casas de apostas. m novembro do ano passado, a CBF inaugurou a Unidade de Integridade, dedicada exclusivamente ao tratamento da corrupção de partidas. Também firmou um convênio de cooperação com a Polícia Federal, que receberá uma cópia de todos os relatórios sobre casos suspeitos detectados.

 

Veja os jogos de campeonatos da CBF com suspeitas de manipulação em 2023:

Tombense x Londrina – Série B

União x Interporto – Série D

Hercílio Luz x Aimoré – Série D

São Raimundo x São Francisco – Série D

São Francisco x Princesa dos Solimões – Série D

Brasiliense x Interporto – Série D

Tuna Luso x São Francisco – Série D

São Francisco x Águia de Marabá – Série D

Humaitá x São Francisco – Série D

Trem x São Francisco – Série D

Operário de Várzea Grande x Interporto – Série D

Anápolis x Interporto – Série D

São Francisco x Humaitá – Série D

Iporã x Interporto – Série D

Atlético Acreano x São Francisco – Copa Verde

 
 
Por Bruno Accorsi e Felipe Rosa Mendes (Agência Brasil)