GPS Brasília comscore

Maduro anuncia exercício militar após navio britânico chegar à Guiana

Presidente venezuelano lidera disputa territorial por zona rica em petróleo e minerais, integrada ao país vizinho
Maduro quer avançar sobre 70% do território da Guiana
Maduro quer avançar sobre 70% do território da Guiana, Foto: Prensa/Miraflores

Compartilhe:

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, anunciou a realização de exercícios militares conjuntos de caráter defensivo no Oceano Atlântico, em resposta à anunciada chegada de um navio da Marinha do Reino Unido às costas da Guiana. Os dois países da região mantêm uma disputa territorial por uma zona rica em petróleo e minerais.

“Ordenei a ativação de uma ação conjunta de toda a Força Armada Nacional Militar Bolivariana sobre o Caribe oriental da Venezuela, sobre a região do Atlântico e uma ação conjunta de caráter defensivo como resposta à provocação e à ameaça do Reino Unido contra a paz e a soberania de nosso país”, afirmou Maduro.

Leia mais: Referendo na Venezuela aprova incorporação de 70% da Guiana a território venezuelano

Nicolás Maduro disse que a presença do navio britânico é uma violação do acordo feito em meados de dezembro em San Vicente, nas Granadinas, onde foi abordada a disputa territorial. “Acreditamos na diplomacia, no diálogo, na paz, mas ninguém deve ameaçar a Venezuela”, afirmou Maduro, após uma demonstração militar transmitida ao vivo. Ele qualificou a presença do navio como “uma ameaça do decadente putrefato império do Reino Unido”. Não se sabe até agora a reação da Guiana nem do Reino Unido ao fato.