GPS Brasília comscore

Luxo ainda mais exclusivo: você já ouviu falar dessas marcas?

Existem marcas de luxo tão exclusivas que chegam a ser desconhecidas de grande parte do público fashionista. Quer conhecer?
Bolsa Delvaux (Foto: Divulgação)

Compartilhe:

Quando se fala em marcas de luxo, a gente costuma lembrar principalmente das maiores grifes de moda: casas como Chanel, Louis Vuitton, Gucci e Prada sempre costumam vir à mente de quem gosta e está por dentro deste universo.

As marcas primam pela sofisticação, elegância, e principalmente pela exclusividade. Elas não costumam ser acessíveis para boa parte dos bolsos, mas ao menos são conhecidas do público. E ainda existem aquelas marcas que, de tão exclusivas, pouco se ouvem falar. Quer conhecer algumas?

Delvaux

Foto: Divulgação

A Delvaux é considerada a marca de produtos de couro de luxo mais antiga do mundo. Ela foi fundada pelo belga Charles Delvaux em 1829 – o criador das bolsas de mão femininas – e se destaca entre poucos por sua exclusividade. Não espere ver a marca em looks de streetstyle ou semanas de moda, batendo de frente com outras casas icônicas do couro como a Hermès, por exemplo: a marca não é adepta da ‘logomania’ e prima pelos detalhes, já que todas as bolsas são feitas de maneira artesanal e com garantia eterna. Um de seus carros-chefes é a bolsa Tempête, e as peças podem chegar a custar mais de 70 mil dólares.

Adam Lippes

Foto: Divulgação

O designer americano Adam Lippes chegou a fazer carreira nas marcas Ralph Lauren e Oscar de la Renta, e desde 2004, administra a marca que leva seu nome, e prima por peças de estilo esportivo e discreto com tecidos sofisticados e alfaiataria.

Christopher Esber

Foto: Divulgação

Christopher Esber é um designer de moda australiano que fundou sua própria marca em 2010, com foco em roupas femininas que aliam uma silhueta sofisticada com alfaiataria contemporânea.

Vacheron Constantin

Foto: Divulgação

Uma experiência em alta-relojoaria é o que propõe a Vacheron Constantin, fundada há quase 270 anos, em 1755 pelo relojoeiro Jean-Marc Vacheron. Além de ser a fabricante de relógios de luxo mais antiga do mundo, a marca possui produção limitadíssima: de uma série especial que homenageia naturalistas exploradores do Cabo da Boa Esperança criada em ouro rosa, foram desenvolvidos apenas quatro edições com dez peças cada.

Parmigiani Fleurier

Foto: Divulgação

A Parmigiani Fleurier também é uma fabricante de relógios de alto luxo, mas diferentemente da marca citada acima, que possui uma longa estrada, ela é a caçula dos relógios suíços: sua fundação data de 1996. Mas o prestígio conquistado desde então é de gente grande, suas peças já foram utilizadas pelo todo-poderoso do Reino Unido, Rei Charles.