GPS Brasília comscore

Lula pede combate ao crime organizado: “Organismo multinacional”

Durante posse do ministro Ricardo Lewandowski, o presidente também elogiou a trajetória do novo titular da Justiça e Segurança Pública
Presidente Lula anuncia Ricardo Lewandowski como ministro da Justiça e Segurança Pública, substituindo de Flávio Dino | Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Compartilhe:

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) determinou, nesta quinta-feira (1º), o reforço no combate ao crime organizado no Brasil ao novo ministro da Justiça, Ricardo Lewandowski.

Durante a cerimônia de posse, ao cobrar ações enérgicas, o titular do Palácio do Planalto classificou a atividade ilícita como “multinacional”.

“O que nós queremos é construir com os governos dos Estados as parcerias necessárias para que a gente possa ajudar a combater o crime, que eu não chamo de coisa pequena”, disse. “O crime organizado não é uma coisa de uma favela, não é uma coisa de uma cidade, não é uma coisa de um estado, porque o crime organizado é uma indústria multinacional de favelas e indústrias internacionais. E o crime organizado está em toda a atividade deste país”, continuou.

Após ser empossado, Lewandowski firmou o compromisso de atuar na pasta para fortalecer a área de Segurança Pública, unindo diferentes órgãos no desafio.

“A todos esses assuntos indiscutivelmente dedicaremos nossos melhores esforços e daremos continuidade ao excelente trabalho do ministro Flávio Dino”, afirmou.