GPS Brasília comscore

Impressão em quadros com tecido canvas abre um mundo de possibilidades na decoração

Material dispensa uso de vidros e pode ser usado em diversos ambientes devido à alta resistência
Fotos: Rayra Paiva

Compartilhe:

Com textura única e elegante, a impressão de quadros em tecido canvas traz muita versatilidade para decorar os ambientes. Além de proporcionar uma melhor reprodução de cada detalhe da imagem, esse é um material que pode ser usado para imprimir os mais variados tipos de gravuras, fotografias e obras de arte. Também é indicado tanto para espaços menores e reservados, quanto para locais que exigem quadros maiores e mais duráveis devido a fatores danosos como sol ou umidade.

“O canvas é uma tela igual ao tecido que se pinta. A diferença é que você seleciona uma imagem da sua preferência e imprime nesse tecido, que se transforma em uma tela. Esse é um grande diferencial, porque amplia as escolhas sobre o que se quer imprimir, ou seja, pode ser uma foto de família ou de uma viagem. Pode ser uma imagem da igreja da cidade onde você nasceu. Então, o que você escolhe transforma-se num quadro”, explica o proprietário da renomada Casa da Moldura, Higino França.

Quadro impresso em tecido canvas.

O processo utilizando o canvas é simples. Basta escolher a imagem e enviar para marketingcasadamoldura@gmail.com. Após a calibragem da qualidade da imagem, será feita a impressão. O tecido é esticado em um sarrafo, que é uma estrutura de madeira. Geralmente, é utilizada uma moldura que possui um espaçamento chamado de canaleta entre a borda do tecido e a moldura.

Canaleta da moldura para impressão em canvas.

Além da vasta possibilidade de imagens que podem ser impressas no canvas, Higino França explica que uma das grandes vantagens desse tecido sobre os tipos de papel comumente usados em molduras é que ele dispensa o uso de vidro. “O papel precisa dessa proteção, porque tem uma facilidade grande de criar mofo e fungo devido a variação da umidade e da temperatura. Já o canvas, por ser impresso em uma estrutura em que ele não encosta na parede, não é afetado a ponto de receber uma umidade maior e isso se transformar em colônias de fundos”, explica.

Quadro com imagem em papel e quadro usando tecido canvas.

Higino França detalha que o canvas também possibilita maior nitidez da imagem e um aspecto de uma tela original de pintura. “É como se eu tivesse um quadro feito com óleo sob tela, ou aquarela, ou qualquer técnica de desenho, de pintura, trazendo maior valor ao conjunto”, diz.

Quadro impresso em tecido canvas.

O canvas começou a ser usado originalmente na serigrafia nos Estados Unidos e na Europa. Só depois chegou ao Brasil. “Aqui, na Casa da Moldura, colocamos a impressão canvas recentemente no nosso portfólio. Temos condições de imprimir qualquer imagem até o limite do tamanho do rolo, que é de até 2 metros de largura. E o comprimento pode chegar até 50 metros, em caso de ser aplicado em um painel, por exemplo. Também contamos com bancos de imagens para selecionar fotos de acordo com a preferência do cliente, sendo que o nosso grande celeiro de imagens é de Brasília”, afirma Higino, ao citar que possui um contrato com a Fundação Athos Bulcão que envolve sete edições de imagens que são numeradas e chanceladas, uma representação oficial de cada uma das obra.

Serviço
marketingcasadamoldura.com

Últimas

Política