GPS Brasília comscore

Festival da Cachaça de Brasília debate sobre produção e cultura da bebida

Evento gratuito reúne especialistas e mais de 200 rótulos no estacionamento do estádio
Festival da Cachaça
Festival da Cachaça | Reprodução

Compartilhe:

Fomentar a produção da cachaça por meio do conhecimento é o principal objetivo do Festival da Cachaça de Brasília, que acontece de 22 a 26 de maio no estacionamento da Arena BRB Mané Garrincha. A entrada é gratuita.

Além de apresentar a história e curiosidades sobre a bebida, o evento conta com palestras, workshops e oficinas para os visitantes interessados no universo da cachaça.

“O potencial da cachaça do Distrito Federal é muito grande. O terroir de Brasília é diferenciado. O vinho eleito pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) o melhor do Brasil, é de Brasília. A melhor cachaça de alambique do Brasil, é de Brasília. O melhor café do Brasil, é de Brasília…”, destaca o sócio do Alambique Remedin, João Chaves, uma das atrações do evento.

Com mais de 200 rótulos de diversas regiões do país, o Festival promete oferecer um espaço de aprendizado e degustação para os amantes da bebida. Além disso, a programação musical inclui artistas renomados da música regional, samba, sertanejo e chorinho.

A realização do evento é do Instituto Brasileiro de Integração (IBI), em parceria com a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Trabalho e Renda. As inscrições para as atividades e palestras podem ser feitas no local do evento, que também oferece 80 vagas por tema.

Com uma vasta programação de palestras, mesas redondas e oficinas, o Festival abordará temas como a reforma tributária no mercado da cachaça, boas práticas de produção, acesso ao mercado internacional, tecnologia e inovação na produção e comercialização, entre outros assuntos sobre o setor.

Programação de palestras:

22/5
14h: Reforma Tributária no mercado da Cachaça;
14h50: Consumo da cachaça em bares, restaurantes e hotéis;
15h40: Case: Loja de Bebidas de Pernambuco;
16h30: Divulgação do Programa Prospera;
17h20: Mesa redonda: Fomento do mercado da cachaça;

23/05
14h: Projetos de pesquisa do GEHORTI/UnB;
14h30: Boas práticas para produção de cachaça de qualidade;
15h40: Pontos críticos de controle no processo de destilação da Cachaça de alambique;
16h20: Cartas de cachaça;
17h40: Mesa redonda: Melhorias na performance no ciclo da produção da Cachaça;

24/05
14h: Cachaça Artesanal: Ferramentas e soluções para produtores;
14h50: Acesso ao mercado para exportação da Cachaça (Estados Unidos, Alemanha, França e Paraguai);
15h40: Registro e certificação de bebidas para exportação;
16h30: União do setor produtivo da Cachaça;
17h20: Mesa redonda: Valorização da Cachaça no mercado internacional;

25/05
14h: Os perigos que rondam o setor da cachaça;
15h10: Sanhaçu: alto teor de turismo e sustentabilidade;
16h20: Madeiras do cerrado no processo de envelhecimento de Cachaças;
15h30: Mesa redonda: Tecnologia e inovação na produção e comercialização da Cachaça;

26/05
13h: Blend: o que é, como é feito e como degustar;
13h40: Segredos da padronização e envelhecimento da Cachaça;
14h20: Como degustar Cachaça – vídeo gravado / acompanhado e assistido por João Chaves;
15h: Desafios e prazeres de empreender em casal;
15h40: Cachaça + Gastronomia = Sabores do Brasil;
16h20: Faturando até 100k por mês com cachaça. Segredo da propaganda;

Programação de Oficinas:

22/05 – Desafios do mercado da cachaça
23/05 – Como beber cachaça
24/05 – Blend Experience
25/05 – Coquetelaria com cachaça

Programação artística:

22/05
18h20 – Chorinho
21h – Gilberto e Gilmar
23/05
18h30 – Karika
21h – Rick e Rangel
24/05
18h30 – Chorinho
21h – Leandro Kato
25/05
17h – Karika
21h – Renato Teixeira
26/05
16h – Chorinho
19h – Heróis de botequim

*Programação sujeita a alteração

Serviço

Festival da Cachaça de Brasília
Data: 22 a 26 de maio
Horário: 12h30 às 23h
Local: Mané Mercado
Entrada gratuita
Classificação: 18 anos