GPS Brasília comscore

Ferrari de 1962 é leiloada em Nova York por R$ 255 milhões

Modelo se tornou o segundo carro mais caro a ser leiloado na história
Reproudção/RMSothebys
Reproudção/RMSothebys

Compartilhe:

Uma Ferrari 250 GTO, de 1962, foi leiloada na noite da última segunda-feira (13), na cidade de Nova York, por US$ 51,7 milhões (R$ 255 milhões), em um evento realizado pela casa de leilões Sotheby’s. O carro era propriedade de um colecionador americano desde 1985, e representa um de 36 exemplares fabricados.

O valor pelo qual o carro foi arrematado, no entanto, não chegou perto do recorde, pertencente a uma Mercedes Benz 300 SLR Uhlenhaut Coupé, vendida em 2022, por US$ 143 milhões (R$ 704 milhões). Só foram feitos dois exemplares do modelo, que foi vendido em um leilão confidencial realizado no museu da montadora.

A Ferrari leiloada participou de corridas históricas, como as 24 horas de Le Mans, e de uma corrida de resistência de 1.000 km no circuito alemão de Nürburgring, onde terminou em 2° lugar. Após anos competindo na Itália e pela Europa, o veículo foi exportado para os Estados Unidos no final dos anos 60.

Antes de ser modificado e restaurado, o carro possuía um motor V12 4.0L, com uma potência de 390 cavalos. Em 2004, a Sports Cars International nomeou a Ferrari como o melhor esportivo de todos os tempos, além de ser classificado como o oitavo melhor carro da década de 60.

Reproudção/RMSothebys
Reproudção/RMSothebys