GPS Brasília comscore

Em protesto pela segurança alimentar, mulheres jogam sopa na Mona Lisa

Quadro de Leonardo da Vinci, exposto no Museu do Louvre, foi atacado por duas ativistas
As duas mulheres que jogaram a sopa no quadro defenderiam uma suposta "segurança alimentar sustentável"
As duas mulheres que jogaram a sopa no quadro defenderiam uma suposta "segurança alimentar sustentável". Foto: Reprodução/X

Compartilhe:

Duas ativistas pelo clima, uma mulher de 24 anos e outra de 63, atiraram sopa contra o quadro da Mona Lisa, de Leonardo da Vinci, exposto no Museu do Louvre, neste domingo (28). Segundo o perfil Riposte Alimentaire (Resposta Alimentar, em português), a ação foi feita em prol da “segurança alimentar sustentável”.

No registro, publicado pelo próprio perfil, as manifestantes se aproximam e jogam sopa no quadro. Elas, então, gritam: “O que é mais importante? A arte ou o direito a um sistema alimentar saudável e sustentável?”. Logo em seguida, uma delas levanta uma das mãos e as duas ficam em silêncio enquanto os seguranças do local se movimentam para proteger a obra. A Mona Lisa fica protegida por um vidro, o que evita que seja danificada.

Não é a primeira vez que a Mona Lisa é atacada no museu em Paris. Em 2022, um homem teria jogado algo como uma torta na icônica obra, segundo o jornal El País. De acordo com visitantes que estavam no local no momento do ato, a polícia autuou e expulsou rapidamente as autoras do ataque. Ativistas pelo clima já realizaram diversos ataques a obras famosas, como Os Girassóis, de Van Gogh, e Massacre na Coreia, de Pablo Picasso.