GPS Brasília comscore

Amor em Portugal: o encantador casamento de Vitória Cruz e Paulo Henrique

Com um clima lírico e bucólico, Sintra recebeu os brasilienses com ventos primaveris
Casamento - Vitória Cruz e Paulo Henrique (7)
União festejada pelos convidados | Fotos: DuoBorgatto e Lucas Freitas

Compartilhe:

Portugal foi o cenário de um evento que combinou elegância, romance e um toque de história. A médica Vitória Cruz e o empresário Paulo Henrique oficializaram sua união em uma série de eventos que encantaram os convidados.

Na véspera do casamento, as comemorações começaram com um requintado chá da tarde na varanda do Palácio de Seteais, onde eles e os familiares se hospedaram. Os convidados, que em sua maioria viajaram de Brasília, foram recebidos com um brinde de boas-vindas.

Mimo dos convidados
Os convidados foram recepcionados com um kit, contendo cronograma dos eventos e dicas de Sintra, vinho do Porto, trufas de chocolates e frutas vermelhas , além de louça de presente da Vista Alegre

A noiva, vestindo um elegante modelo Valentino, agradeceu emocionada a presença de todos. “Visitamos o Palácio de Seteais há três anos, ainda não estávamos noivos. Quando eu vi o lugar me apaixonei e falei com o PH que iríamos nos casar ali! Desde então, sonhamos várias vezes com esse dia” , revelou. O chá foi marcado por momentos de oração e discursos que estabeleceram o tom íntimo e afetuoso das celebrações.

Paulo Henrique e Vitória Cruz
Paulo Henrique e Vitória Cruz
Vestido para o brinde de boas-vindas
Vestido para o brinde de boas-vindas

O Palácio de Seteais foi construído no final do século XVIII pelo Cônsul holandês Daniel Gildemeester, que enriqueceu com o monopólio da exportação de diamantes concedido pelo Marquês de Pombal. Após a morte de Gildemeester em 1793, a propriedade foi adquirida pelo 5º Marquês de Marialva, que reformou extensivamente o palácio. A família Marialva deteve a propriedade até o início do século XIX, quando passou por diversas heranças até ser adquirida pelo Conde de Sucena em 1918. Em 1946, o Estado Português comprou o palácio e o converteu em um hotel de luxo, que funciona até hoje.

No grande dia, a história e a beleza se encontraram na Igreja de São Martinho, uma construção de mais de 800 anos que sobreviveu a um terremoto e foi reconstruída, mantendo seu charme histórico.

Heloisa, Vitória e Manuella Cruz
Heloisa, Vitória e Manuella Cruz
Preparativos noivos (1)
O vestido
Preparativos noivos (2)
Quase pronta
Preparativos noivos (3)
O véu
Preparativos noivos (5)
Com o buquê
Preparativos noivos (6)
Rumo ao casamento
Preparativos noivos (7)
Presente dos amigos
Preparativos noivos (8)
Um brinde ao grande dia
Preparativos noivos (9)
Pronto

Vitória, deslumbrante em um vestido de Wanda Borges, caminhou até o altar com um bouquet de flores muguet, acompanhada por seu pai, Paulo. Paulo Henrique, em um impecável terno sob medida assinado por Valdir Camargo, aguardava ansioso e não conteve as lágrimas ao ver Vitória, que conhecera oito anos atrás. A cerimônia religiosa, em meio às paredes repletas de história, foi um momento de grande emoção e significado.

Casamento - Vitória Cruz e Paulo Henrique
Noiva chegando à igreja
Casamento - Vitória Cruz e Paulo Henrique (1)
Agenor Neto e Paulo Henrique
Avós da noiva
Avós da noiva
Casamento - Vitória Cruz e Paulo Henrique (12)
Sobrinha e irmã da noiva entraram com as alianças
Vitória Cruz e Paulo Araújo
Vitória Cruz e Paulo Araújo
Casamento - Vitória Cruz e Paulo Henrique (4)
Noivos no altar
Casamento - Vitória Cruz e Paulo Henrique (3)
Cerimônia religiosa
Casamento - Vitória Cruz e Paulo Henrique (5)
Enfim casados
Casamento - Vitória Cruz e Paulo Henrique (8)
Paulo Araújo, Heloisa e Vitória Cruz, Paulo Henrique, Agenor Neto, Adriana Chaves, Yanko e Karine Lima
Paulo Araújo, Manuella, Vitória e Heloisa Cruz
Dária Maria, Karine Lima, Paulo Henrique, Yanko e Valentina Lima
Dária Maria, Karine Lima, Paulo Henrique, Yanko e Valentina Lima
Casamento - Vitória Cruz e Paulo Henrique (11)
À caminho da festa

Após a cerimônia, realizada às 16h30, os convidados foram recebidos nos jardins frontais do palácio, fechado exclusivamente para o ensejo. O casal surgiu descendo pelo portal neoclássico, sendo calorosamente aplaudido. No jardim, os convidados permaneceram até o cair do sol, por volta de 20h, apreciando a atmosfera cênica do local.

Posteriormente, todos se dirigiram para os salões de jantar do palácio, onde um coquetel sofisticado deu início à recepção. A decoração, repleta de flores da estação, acompanhava o clima do espaço, ambientado com mobiliário original da época. Castiçais de prata, lustres de cristal, tapetes clássicos Aubusson, e paredes ricamente pintadas com motivos florais compunham o cenário.

Festa (1)
Os noivos chegam à festa
Festa (3)
Hora de cortar o bolo
Festa (2)
O bolo

O jantar à francesa no salão do hotel foi uma experiência gastronômica inesquecível. O menu impecável incluía uma entrada de salada de lagosta com emulsão de lima, robalo braseado com camarão como prato principal de peixe, e lombo de novilho com batata au gratin como prato principal de carne. Para a sobremesa, uma delícia de três chocolates servida com gelado de nata e coulis de caramelo. As bebidas servidas foram Clicquot Ponsardin Brut 2020, Pêra-Manca Branco 2019, Vega Sicilia Valbuena Tinto 2019 e Antónia Adelaide Ferreira Tinto 2019, os rótulos fizeram um grande sucesso entre os convidados.

Os noivos mantiveram a tradição europeia do casamento e sentaram-se numa mesa frontal aos convidados, acompanhados por quatro casais de padrinhos, os amigos mais íntimos de Vitória e Paulo Henrique. Em um momento de entrega, os pais dos noivos, Paulo Araújo e Agenor Neto, pediram a palavra para o discurso final. Entre lágrimas, memórias, homenagens e perspectivas de futuro, a bênção dos patriarcas à nova família que se formava emocionou a todos.

A festa, animada pelo DJ Lipe Napoli, prolongou a alegria até altas horas. A pista de dança foi o ponto alto da noite, com todos os convidados se divertindo e comemorando o amor do casal.

Festa (5)
Celebrando
Festa (6)
Animação dos casados

No dia seguinte, a celebração continuou no badalado restaurante JNcQUOI, em Lisboa, no Salão Frou Frou. A after party foi uma descontraída confraternização onde todos relembraram os momentos especiais do casamento. Vitória, agora em um vestido deslumbrante da Des Phemmes, e Paulo Henrique, com um terno sob medida de Ricardo Almeida, estavam radiantes.

A comida típica asiática foi muito elogiada, especialmente os drinks autorais do restaurante, como o espresso martini, moscow mule, negroni, e o martini de laranja, que se tornou o favorito entre os convidados. A noite foi ainda mais especial com duas atrações de destaque: a drag queen Miss Frou Frou, que animou e interagiu com os convidados durante o jantar, e um talentoso mágico que deixou a todos maravilhados com suas performances. A música ficou por conta da DJ residente e do DJ Lipe Napoli, que mantiveram a animação em alta durante toda a festa.

After party
Mais um look
After party (2)
Prontos para a after party

Vitória resumiu o sentimento do casal em uma emocionante declaração ao GPS: “Esses dias foram realmente maravilhosos, mágicos, proporcionando-nos uma sensação de amor imenso por todas as pessoas que mais estimamos na vida. Nos sentimos muito amados e prestigiados por todos os convidados terem vindo até Portugal para celebrar o nosso verdadeiro amor. Foi realmente uma sensação única e estamos muito felizes, pois é um sonho realizado.”

A união de Vitória Cruz e Paulo Henrique Chaves foi mais do que um casamento; foi a concretização de um sonho, cuidadosamente planejado e vivido intensamente por todos os presentes. Que esse amor, celebrado com tanto carinho e elegância, continue a florescer com a mesma intensidade ao longo dos anos que se iniciam nesta jornada a dois, mas que tornatm-se um só, da mais nova família Chaves.

Confira quem mais passou pelo casamento:

Noivos e suas madrinhas
Noivos e suas madrinhas
Júlia Bastos e Vitória Cruz
Júlia Bastos e Vitória Cruz
Jade, Paula e Suely Santana
Jade, Paula e Suely Santana
Adriana Chaves e Agenor Neto
Adriana Chaves e Agenor Neto
Davi Chaves, Suely Santana, Bruno e Manuela Chaves
Davi Chaves, Suely Santana, Bruno e Manuela Chaves