Croaslovers

Desde que a primeira franquia da Croassonho chegou à Capital, os brasilienses têm aproveitado as receitas doces e salgadas da casa. A boa notícia é que mais uma loja da marca abrirá as portas na cidade, dessa vez em Águas Claras! O espaço irá funcionar na Avenida das Araucárias, ao lado do bar Devassa. A unidade abrirá as portas no dia 30 de agosto com a famosa promoção Croaslovers: os primeiros 50 clientes ganharão seis meses de croissant grátis. Corre para a fila!

.
Lamore è bellezza

Guilherme Siqueira e Domenico Dolce estampam a foto romance da semana. A imagem do RP brasiliense e o admirado estilista da Dolce & Gabbana curtindo um dia de sol no mar e Porto Cervo, Sardenha, viralizou após publicação da Editora Globo. O clique é de Stefano Gabbana, que postou a foto em seu Instagram. Após as férias pela costa italiana no barco da família, o casal retoma os trabalhos para a próxima temporada de moda, em setembro! Na legenda o estilista escreveu Lamore è bellezza (o amor é belo).

.
Qual tua obra?

Por acaso já se perguntou “qual a sua obra nessa vida”? Pois é com essa reflexão que o filósofo queridinho do Brasil, Mário Sérgio Cortella, vem à cidade para palestra no dia 21.  A provocação é o eixo do evento que debate a busca pelo significado naquilo que fazemos. Na conversa, o intelectual vai transportar, para a realidade cotidiana, temas como gestão, liderança e ética. Também vai apontar possíveis caminhos a trilhar para que possamos reconhecer e realizar nossa própria obra, por meio do trabalho, de uma maneira edificante. O encontro será no Centro de Convenções do Brasil.

 

.
Boas-vindas

A equipe do GPS|Brasília traz boas novas! A partir de agora, Flay Leite assume o comando do Marketing da nossa estrutura, atuando nos novos negócios presentes em todas as nossas frentes: revista, site, mídias sociais! A novidade será a implementação da GPS|TV, projeto que nossa equipe se prepara para retomar em breve! Paralelo a isso, Flay estará também nos encontros que a GPS|Evento promove entre brands premium da cidade! "Estou pronta para assumir o posto e animada com a possibilidade de ampliar a abrangência do GPS no universo em que atua, trazendo não só novos parceiros como também o maior números de leitores e seguidores", diz Flay. A entrada da bela loira faz parte da reestruturação do GPS, que, com ela, amplia seu cast de sócios ao lado de Rafael Badra, Paula Santana e Guilherme Siqueira. Será um semestre de muito trabalho e grandes expectativas!

.
Um quarto de cena

De hoje a domingo, 10 a 13, o Teatro SESC Garagem recebe programação intensiva do Festival 1/4 de Cena, em sua primeira edição. Sob o codinome de Furando a Bolha, o evento visa fomentar a produção e circulação de trabalhos cênicos independentes no Distrito Federal, levantando o questionamento sobre o que é a estética da cena curta, como ela pode ser produzida, exibida e compartilhada. No intuito de democratizar a participação dos mais distintos grupos, companhias, coletivos e indivíduos do DF, o evento abriu “provocatória” – sugestivo nome dado à seleção de espetáculos – entre maio e junho de 2017. Ao todo, a seletiva contou com 140 inscrições de cenas curtas de até 15 minutos, resultando na seleção de 12 cenas. A Mostra Competitiva do Festival ¼ de Cena acontece entre 10 e 13 de agosto de 2017, sempre às 20h, no Teatro SESC Garagem (913 Sul). A curadoria do projeto buscou avaliar aspectos técnicos, estéticos e narrativos das cenas inscritas, no intuito de conferir diversidade à programação. Entre os selecionados, há grande variedade de linguagens, com representantes do teatro, da performance, da dança e do circo. A programação, portanto, apresenta um bom panorama da produção em artes cênicas no Distrito Federal, contando com grandes representantes das artes da cena na Capital. Entre os trabalhos selecionados, figuram os nomes de Luara Learth, Ana Luiza Bellacosta, Alice Stefânia, Zé Reis, entre outros. Além das apresentações, o evento promove atividades formativas e reflexões sobre processos criativos, com workshops e debates entre plateia e jurados. Antes mesmo da mostra competitiva, ¼ de Cena conta com oficina de “Criação para Cenas Curtas”, ministrada por Ana Flávia Garcia (02 a 9 de agosto), workshop sobre estética de cenas curtas com Marcus Faustini (RJ), e duas mesas de debate: a primeira sobre Acessibilidade, com representantes do DF nos temas Libras e audiodescrição; e a segunda envolvendo realizadores de festivais de cenas curtas em Minas Gerais, no Rio de Janeiro e em São Paulo. O Festival ¼ de Cena tem idealização e coordenação geral de Janaína Mello e patrocínio do Fundo de Apoio à Cultura. O prêmio para os quatro vencedores do festival – escolhidos por júri popular e júri convidado – será produzido pela artista plástica Patrícia Bagniewski: uma obra de arte para contemplar as cenas que mais se destacarem na mostra competitiva. A primeira edição de ¼ de Cena lança, ainda, um mapeamento dos festivais nacionais dedicados às cenas curtas. A programação de 10 a 13 de agosto contará com acessibilidade em audiodescrição e tradução em LIBRAS. ¼ de Cena conta com cerimônia de premiação no domingo, 13, às 19h30, também no Teatro SESC Garagem. A noite que revela os vencedores será conduzida pela célebre atriz Rosanna Viegas e, logo após a entrega dos troféus, o Festival ganha show de encerramento da banda Talo de Mamona e o performer Vanderlei Costa.

.
O primeiro festival a gente não esquece

Os mais jovens podem não saber, mas o selo Criolina, que tem papel importante no cenário do entretenimento e da cultura do DF, resiste e se reinventa há 12 anos na Capital. O colunista que vos fala acompanha esse trabalho desde os primórdios. Quem tem memória sabe que Brasília - que já foi uma cidade mais sonora e divertida – teve uma festa marcante e permanente às segundas-feiras. Era a Criolina e lotava!

Era um passo importante sendo dado em prol da música independente. A festa, no antigo Bar do Calaf, virou Palco Criolina e programou os artistas mais representativos do nosso cenário musical, ainda às segundas. E entre tantos braços possíveis já estendidos por este selo, faltava um formato ser realizado: o de festival. O primeiro festival, a gente nunca esquece. E neste sábado, 12, o Festival Criolina apresenta sua primeira edição, com uma programação tão intensa quanto as noites que o coletivo protagonizou na última década. Vou começar falando dos paulistanos do Metá Metá, que vem ao palco impulsionado pelo mais recente trabalho, MM3, e pela assinatura de trilha do novo espetáculo do Grupo Corpo, Gira, sobre a entidade Exú, de matriz africana. Metá Metá é Kiko Dinucci (guitarra), Thiago França (sax) e Juçara Marçal, uma das vozes mais inventivas da música brasileira, e sua inspiração na música do candomblé se mistura aos arranjos sofisticados, e algumas vezes dançantes, do jazz. Imprimindo diversidade de estilos e origens na curadoria, o line-up conta, ainda, com os pernambucanos da Eddie, os maranhenses da Criolina (banda homônima ao Coletivo), o paraense Felipe Codeiro e os brasilienses da Muntchako, Passo Largo e Consuelo (a.k.a. Claudia Daibert). E como bons festeiros, a pista Aparelhinho programa DJs não menos diversos que o Palco Criolina. De Pernambuco, DJ Dolores. De São Paulo, Mauro Farina e Venga Venga. Da Bahia, um dos pai-criadores do movimento Bahia Bass, Mauro Telefunksoul. E do DF, Emídio e o trio que risca os vinis do Coletivo Criolina de DJs, Pezão, Barata e Ops. O local escolhido para a estreia do festival é o Setor Comercial Sul, região que passou a sitiar programação diversificada na noite da Capital e palco das últimas festas da Criolina. VJ Boca é o responsável por projetar na “selva de pedra” do SCS, em região que ocupa o Corredor Central e se estende até a casa Canteiro Central. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e podem ser comprados no link https://goo.gl/JioJuL. 

.
Sexta de house music

Em 2015, um evento gratuito chamou atenções no Distrito Federal. Era a Balada em Tempos de Crise, do coletivo Crew.ZA, formado pelos amigos Igor Albuquerque, Kaká Guimarães e Bárbara Bressan. Com edições em locais marcantes na cidade, ocupando passarelas subterrâneas, pontes e até um aeroclube, a festa ganhou peso e agora terá um showcase no gastropub Loca Como Tu Madre (306 Sul), nesta sexta, 11. A house music menos comercial é a tônica da balada e, na parceria com o Loca, o que há de melhor da casa será oferecido: seus drinks. A pedida da noite é o que leva whisky, catuaba e limão, uma mistura que parece dar certo. Além das bebidas, a chef Renata Carvalho assume a parrilla e oferece choripáns. Couvert de R$ 7. 

.
Elemento em Movimento

Protagonistas no trabalho sociocultural e na capacitação de jovens para o mercado cultural na Ceilândia, a Ruas organiza um festival que costuma reunir uma multidão de jovens anualmente, na Praça do Trabalhador. A cultura urbana é o protagonismo de jovens em todas as etapas de produção são as tônicas do Festival Elemento em Movimento. Além dos debates sediados na Casa do Cantador ao longo desta semana e atividades em estações de Metrô, Elemento programa apresentações musicais nos dias 12 e 13 de agosto. No sábado, 12, tocam Síntese, Inquérito, GOG, Dialeto Sound Crew, Diga How, entre outros. Domingo, 13, e a vez de Layla Moreno, Thabata Lorena, Pé de Cerrado, Detonautas, Mato Seco, Rincón Sapiência, e outros. O festival tem entrada franca e conta com oficinas, atividades circenses e atividades esportivas, com slack line, skate e outros. Ceilândia resiste! 

.
Oito ou oitenta

Dirty Dancing, Sex and The City, ombreiras, glitter, polainas, rosa choque… Sim, os anos 80 voltaram - e totalmente repaginados. A última semana de moda de Paris consagrou e confirmou a década como maior aposta para a próxima temporada. Quer saber como aderir sem errar a mão? A coluna GPS|Moda reuniu as maiores tendências da era disco e te ajuda a incorporá-las ao dia a dia do século XXI.

 

 

Ombros plus

Destaque nos desfiles parisienses, os ombros marcados estamparam o catwalk de marcas como Chanel e Saint Laurent. Além dos poderosos volumes que preencheram jaquetas e blazers na década do brilho, a nova sacada é investir em diferentes texturas, como foi feito na coleção da maison francesa de Karl Lagerfeld. Para balancear a produção, a dica é focar em silhuetas mais ajustadas ao corpo, que não briguem com a proeminência das ombreiras. Calças skinny e saias justas são a pedida.

 

 

Bling bling 

Anos 80 pede por brilho! Seja glitter, holográfico ou lurex, não importa o material de escolha, o importante é reluzir. Para o dia, os experts recomendam manter distância do preto, pois pode pesar o look. Já de noite, o céu é o limite! Paetês e lantejoulas entram em cena, não apenas nas escolhas óbvias, como vestidos e saias, mas também em calças, jaquetas e macacões.

 

 

De pilão

Além de marcar a cintura e modelar o corpo, a modelagem cintura alta não pode faltar no repertório de modismos oitentistas. Calças boca-de-sino, legging e disco pants ganham um charme a mais, e mesclam muito bem com outra macro-tendência do ano: as blusas cropped.

 

 

Multi color

O universo da beauté foi o primeiro a reposicionar as tendencias dos anos 80 no mundo fashion. No último Met Ball, a explosão de cores tomou conta dos semblantes de nomes como Katy Perry e Rihanna, com olhos gráficos, bochechas marcadas e lábios texturizados - pedidas certeiras para uma make eighties com muitas referências Bowie. Mas vá com calma! Para não exagerar na mão, o truque é focar em apenas uma dessas pinturas, e manter o restante do rosto simples e harmônico.

 

 

Voando alto

Os bodys são o novo “tem que ter” do guarda-roupa feminino, e agregando a eles, o corte asa delta, que marcou as praias durante a década de 80, faz seu retorno às areias dos anos 2000. Muito adotada pelas celebridades, a modelagem estrutura o corpo da mulher, e garante uma marquinha de bronzeado bem nostálgica.

.
A Prada que habito

“Decidimos olhar pro papel que a mulher teve na construção da sociedade moderna, sua participação política e suas conquistas sociais”. Com essas palavras, a italiana Miuccia Prada explica um pouco da sua eternamente livre inspiração para as linhas da Prada - a força e sensualidade da mulher. Para estampar a coleção Outono/Inverno da label, foram escaladas tops consagradas do universo fashion, como a dinamarquêsa Freja Beha Erichsen, queridinha de Karl Lagerfeld. Já para a campanha masculina, a estilista elencou ninguém menos que o premiado cineasta Pedro Almodovar para dar vida à visão, fortalecendo a conexão moda-cultura que a desenhista adora enaltecer. Além do trabalho fotográfico, o projeto, batizado de "Auteur" (autor, em francês), também contacom um video promocional estrelado pelo espanhol. Para comemorar a chegada da novidade em solo "brazuca", a marca colocou nas mãos de Cláudia Salomão a tarefa de escalar um poderoso time de personalidades brasilienses, para uma tarde de comes e bebes no restaurante Piantella, na quinta-feira, 17. Um brinde a Miuccia!

 

 

 

.
No peito

Em homenagem ao cerrado brasileiro, a marca catarinense Santacosta desembarca na Capital com uma ode especial a cantos icônicos da cidade. Paranoá, Ermida e Tororó estampam as camisetas da coleção “Praias do Cerrado”, desenvolvida em parceria com internautas da região Centro-Oeste. Para celebrar a novidade, a label desenvolveu uma ação especial para o Catarinafest, evento que celebra a cultura de Santa Catarina na Capital Federal. Com atrações musicais que incluem as bandas Dazaranha e Surf Sessions, o festival acontece entre os dias 15 e 18 de agosto, no Parque da Cidade. No stand da marca, happy hours gratúitos agitam o happening. 

 

 

.
No mercado

“Única”. É com um dos adjetivos mais fortes da língua portuguesa que a designer Luisa Farani descreve a garota para quem desenha. Na próxima quinta-feira, 10, a brasiliense se prepara para inaugurar a primeira flagship da marca homônima, prestigiada com a presença das seis embaixadoras da marcas - personalidades fashion da Capital, escolhidas a dedo: Flávia Guth, Ilca Maria Oliveira, Monique Correa, Paula Santana, Giovanna Adriano e Sarah Gomes. “É a realização de um sonho, e não foi nada fácil! Foi tudo feito com muito carinho para criar uma experiência diferenciada, com a cara da marca”, conta Luisa. A proposta para a grande abertura é transformar o espaço completamente: saí loja de roupas, entra mercado de conveniências! “Vai ter ate carrinho de supermercado!”, se empolga. O evento também celebra a coleção Supernova, que após boas críticas nas passarelas da Veste Rio, promete ser sucesso entre o público da Capital. “A coleção fala muito do movimento transitório que vivemos. Estamos revisitando elementos tecnológicos retrôs, a união perfeita do passado com o futuro”, explica a estilista. Seda, plissados, metálicos, alfaiatarias fluídas e silhuetas geométricas são alguns dos destaques das peças, que ganham um movimento extra ao som das picapes de Layla Moreno e DJ Donna, “Queremos ajudar a divulgar talentos locais, e valorizar a cena cultural da cidade!”, completa. Vai ser um estouro!

 

 

 

.
Laerte-se!

Ele nasceu homem, heteressexual, viveu bissexual, se assumiu gay e hoje vive sua transexualidade feminina com toda franqueza e dignidade que uma pessoa de de 66 anos pode ter!

 

Ontem, o programa Conversa com Bial, da Rede Globo de televisão trouxe como convidado... ops! Convidada - me perdoem se cometer aqui lapsos temporais, a cartunista Laerte Coutinho.

 

O que era para ser uma entrevista, acabou se tornando um bate-papo extraordinário e esclarecedor sobre a transgeneralidade que viveu e vive Laerte. De uma forma leve e bem humorada (claro!), o programa colocou na mesa todas as nuances que permeiam a condição da pessoa trans, que para alguns ainda pode ser tão “estranha”, mas que tem se tornado cada vez mais frequente e próxima de nossa realidade social.

 

 

Mas afinal, qual a importância disto? TODA!

 

A transgeneralidade é uma realidade! E quanto mais esta pauta for debatida, esclarecida, desmistificada, menos nós iremos ser testemunhas de barbáries como a que aconteceu a travesti Dandara dos Santos, morta a pauladas no início do ano, em Fortaleza-CE. Cito este caso porque também foi trazido na entrevista, mas poderia falar das centenas de pessoas trans que são assassinadas todos os meses no Brasil! Isto precisa parar!

 

“Aberração?”, é vivermos numa sociedade que mata aquilo que é diferente do seu padrão normativo. "Estranho?", é um país que entrega suas leis nas mãos de seguimentos partidários religiosos tradicionalistas, que julgam e condenam à morte seres humanos que só querem e precisam ser felizes em sua condição mais humana.

 

Foi delicioso rir, se emocionar e admirar a Laerte ontem. Mas, mais maravilhoso ainda, foi acordar hoje com um Laerte dentro de mim: livre, autêntico, íntegro e feliz com a minha condição única de SER humano!

 

Laerte-se!

.
Quando Fizemos História

Dirigida por Gus Van Sant, a minissérie “Quando Fizemos História” chega para relembrar a luta por direitos civis encabeçada, à época, por Harvey Milk, primeiro político e ativista norte-americano abertamente gay a ser eleito a um cargo público na Califórnia, como supervisor da cidade de São Francisco.

 

Quem encabeçou o projeto foi ninguém menos que Dustin Lance Black, premiado com o Oscar de melhor roteiro por “Milk: A voz da liberdade (2008)”. Com estreia prevista para às 20h desta quarta-feira (12), no canal pago Sony, a minissérie será exibida em três episódios seguidos.

 

 

“Quando Fizemos História” recria alguns dos principais marcos da luta dos homossexuais por direitos civis nos Estados Unidos. Tudo começa com a revolta de Stonewall ocorrida em 1969, quando gays se rebelaram contra a repressão policial em um bar de Nova York. Este episódio é considerado como o início do movimento LGBT que se desenrolaria até os dias de hoje, quando é relembrado nos eventos das Paradas Gays em todo o mundo.

 

Com uma pegada documental, o projeto foi baseado no livro homônimo de Cleve Jones, ativista vivido na séria por Austin P. Mckenzie, quando jovem, e Guy Pearce, na época da maturidade. A história passa pelo momento de ascensão de Milk, relata sua morte em 1978, e chega aos anos 1990 quando o mundo LGBT é confrontado pela epidemia de AIDS, culminando em 2008 com a legalização do casamento entre pessoas do mesmo sexo na Califórnia.

 

Interessante será observar como o movimento LGBT trouxe, a reboque, outras lutas de minorias como a dos movimentos contra o racismo e a xenofobia. A ideia do Diretor foi demonstrar como, juntos, eles tiveram força e obtiveram avanços substanciais, principalmente nos dias de hoje, onde o preconceito e a violência voltam à tona com tantos casos sendo noticiados ao redor do mundo.

.
Coragem e Orgulho!

Ao contrário de outros governadores que já tentaram, e não conseguiram, o atual Governador do Distrito Federal, Rodrigo Rollemberg mostrou que não é homem de ceder as pressões e aprovou a Lei 2.615 de 2.000 que proíbe qualquer tipo de discriminação por conta da orientação sexual!

 

 

Na manhã desta sexta-feira (23), Rollemberg sancionou a Lei 2.615, mesmo após ter sido impugnada por diversas vezes, e sedido as pressões da bancada evangélica na Câmara Distrital. A vitória da aprovação desta lei deve ser comemorada pelos milhares de homossexuais que vivem no DF e merece destaque, pois além de proibir qualquer tipo de discriminação por conta da orientação sexual de uma pessoa, traz ainda a previsão de multas em dinheiro para os infratores!

 

Entre as regras previstas na Lei, há previsão de sanções administrativas, como impossibilidade de ter contratos com o GDF, e multa de até R$ 10 mil. Segundo o Ministério Público do Distrito Federal, os casos de discriminação que eram encaminhados a extinga Secretaria de Governo, hoje Casa Civil, não sofiram as sanções previstas “porque não havia regulamentação”.

 

Confira os pontos citados como homofóbicos e passíveis de punição, de acordo com a nova Lei: – constrangimento ou exposição ao ridículo – proibição de ingresso ou permanência – atendimento diferenciado ou selecionado – preterimento quando da ocupação de instalações em hotéis ou similares, ou a imposição de pagamento de mais de uma unidade – preterimento em aluguel ou aquisição de imóveis para fins residenciais, comerciais ou de lazer – preterimento em exame, seleção ou entrevista para ingresso em emprego – preterimento em relação a outros consumidores que se encontrem em idêntica situação – adoção de atos de coação, ameaça ou violência

 

Neste domingo (25), a Parada do Orgulho LGBTS de Brasília terá muito o que comemorar!

Parabéns Governado Rodrigo Rollemberg!!! 

.
Orgulho

Primeiro foi São Paulo, que reuniu mais de 3 milhões de pessoas na Avenida Paulista no último fim de semana. Agora chegou a vez de Brasília realizar a 20ª Parada do Orgulho LGBTS. No próximo domingo (25) a Esplanada do Ministérios será o palco para a principal marcha pelos direitos de lésbicas, gays, bissexuais, transexuais e simpatizantes do centro-oeste brasileiro. Marcada para começar à partir das 14h, em frente ao Congresso Nacional, o desfile pretende defender um Estado laico, no qual o Poder Público não se guia por ideologias religiosas para fazer leis, julgar e promover suas políticas públicas. Além da política, quem estiver na manifestação poderá também curtir alguns talentos da cidade, da música eletrônica conceitual ao pop nacional e internacional. Estão confirmados os DJs Vitor Zael (foto), Rick Alves e Welton Kardeck (pop) ,são algumas das atrações confirmadas para o trio elétrico da Capital Club, a nova boate gay de Brasília que será inaugura em breve no setor Park Sul.

 

 

A parceria garantirá mais de seis horas de apresentação para os artistas, que mostram um pouco dos atuais sucessos das rádios e das pistas de dança do mundo. Os três disc-jóqueis se revezam para garantir a animação do público até o fim da 20a edição do movimento.

 

“É com muito orgulho que a Capital Club faz sua primeira de muitas parceria com a Parada de Brasília, que ganha repercussão nacional por estarmos no centro das decisões políticas do nosso país”, afirma o empresário Bruno Rodriguez, proprietário responsável pela no casa LGBTS de Brasília. Seguindo uma tendência que já se confirmou em outras capitais do Brasil,  a nova boate irá apresentar, além dos ritmos eletrônicos já tradicionais nas baladas gays, outros ritmos como sertanejo e forró!  Vai arrasar!

.
Comer e Beber

Pela primeira vez, Brasília terá o festival gastronômico Menu VEJA Comer & Beber Brasília. O evento que é apresentado pelo Santander, começa na próxima segunda-feira, 21 de agosto e vai até 17 de setembro. Serão 23 estabelecimentos que irão oferecer um cardápio fixo em três etapas: entrada, prato principal e sobremesa por R$ 49,90, no almoço, e R$ 64,90, no jantar (serviço não incluso).   O festival acontece em conjunto com o lançamento da 14ª edição de VEJA Comer & Beber Brasília. A publicação traz 200 endereços selecionados e matérias do universo gastronômico da cidade, além dos melhores estabelecimentos nas categorias: Comidinhas (Café, Doceria, Hambúrger, Padaria, Salgado, Sorvete), Bares (Boteco, Cozinha de Bar, Carta de Cervejas, Música ao Vivo, Para Paquerar) Restaurantes (Carne, Italiano, Oriental, Peixes e Frutos do Mar, Pizzaria, Variado, Restaurante Revelação, Chef da Cidade e O Melhor da Cidade).   Confira a relação dos participantes do festival gastronômico Menu VEJA Comer & Beber Brasília:   Baco Pizzaria (pizzaria) – jantar China (chinês) – almoço e jantar CRU Balcão Criativo (variado) – almoço e jantar duoO (mediterrâneo) – almoço e jantar EAT Olivae (contemporâneo) – almoço e jantar Empório Árabe (árabe) – jantar La Chaumière (francês) – jantar Lake’s (variado) – jantar Limoncello (italiano) – jantar Marzuk (árabe) – almoço e jantar Nikkei (japonês) – almoço N.O.A.H Eat, Drink, Fun (variado) – almoço Oliver (variado) – almoço e jantar Parrilla Burger (carnes) – jantar Piantas (variado) – jantar Piauíndia (indiano) – almoço e jantar Pobre Juan (carnes) – almoço e jantar Primeiro Cozinha de Bar (variado) – jantar Trattoria da Rosario (italiano) – almoço e jantar   Os menus completos você confere através do link: http://veja.abril.com.br/ entretenimento/os- restaurantes-participantes-do- menu-veja-comer-beber- brasilia/

.
Comer, beber e aprender

É nesta semana o 29º Congresso Nacional Abrasel e o Mesa ao Vivo Brasília. Nos dias 16 e 17 de agosto, grandes empresários e chefs de todo o pais estarão na cidade para dividir conhecimento com os participantes do evento.   

O Congresso Nacional Abrasel é o maior evento de conhecimento e inteligência do setor da alimentação fora do lar no país, e conta tradicionalmente com a participação das principais lideranças políticas, empresariais e da gastronomia.  Para a programação técnica deste ano, que acontece nos dias 16 e 17 no Centro Universitário IESB - Asa Sul, importantes nomes já foram confirmados. Entre eles estão Robinson Shiba, sócio fundador do Grupo Trendfoods (detentor das marcas China In Box e Gendai); Marcos Livi, chef e proprietário dos restaurantes Quintana e Veríssimo; Checho Gonzales, chef e proprietário do Comedoria Gonzales; Renzo Garibaldi, chef e proprietário do Osso; Facundo Guerra, sócio fundador do Grupo Vegas; Janete Vaz, sócia-proprietária e diretora-executiva do Grupo Sabin; Alexandre Guerra, conselheiro de Administração do Giraffas, Afrânio Barreira, fundador do Coco Bambu; Alberto Weisser, diretor de Estabelecimentos e Consumidores da Sodexo; Percival Maricato, advogado e presidente da Abrasel em São Paulo; Josimar Melo, jornalista e crítico da Folha de São Paulo e da revista Restaurant; Carlos Azevedo, CEO da Marktup e Gil Guimarães, chef e sócio-proprietário da Baco Pizzaria.

Junto da programação técnica, são realizados também o Mesa ao Vivo Brasília e a Vinum Brasilis. Promovido pela revista Prazeres da Mesa, o Mesa ao Vivo é uma espécie de “reality show” da gastronomia, que propõe a experiência de produção em tempo real de uma edição da revista, com sessões de degustação, aulas-show e cozinhas montadas para a performance de chefs renomados. Já a Vinum Brasílis é o maior encontro exclusivo de vinhos brasileiros realizado fora do Rio Grande do Sul. O projeto é singular por unir degustações e negócios. Para esta edição, 22 vinícolas já estão confirmadas.  

Mais informações e ingressos em: www.congressoabrasel.com.br 

.
Bela Gil Na Praia

Todas as quintas-feiras de agosto, sempre às 19h, rola aula show no projeto Na Praia. Nesta quinta, dia 17, será a vez da chef de cozinha natural Bela Gil, que fará uma palestra sobre alimentação e sustentabilidade, além de ensinar o passo a passo dos cookies de jatobá, fruto que é uma das matérias-primas ameaçadas de extinção.  

Desde sua formação, em 2006, em Master Class of Healthy Cooking, pela New School, Bela vem se especializando em nutrição holística. De lá pra cá foram cursos de ayurveda, nutrição, permacultura e macrobiótica. Bela é apresentadora dos programas Vida Mais Bela e Bela Cozinha (GNT), criou uma canal no Youtube, uma coleção de roupas e assinou os cardápios do restaurante da Bela, já com duas unidade na cidade maravilhosa. Ela ainda toca o projeto social Bela Infância, que pretende diminuir os índices de obesidade infantil.    Nas próximas quintas, a chef Renata Carvalho (24/8) e a chef Ana Luiza Trajano (31/8), apresentarão suas propostas ao público. As inscrições para as aulas-shows e a aquisição de ingresso podem ser feitas pelo aplicativo Te Vejo Na Praia. Esses encontros serão transmitidos ao vivo pelas redes sociais do Na Praia Cultural. Gostou? Então corre! São 100 vagas e os valor é de R$ 0 (meia) com a doação de 1Kg de alimentos não perecíveis

.
Boa e barata

Brasília acaba de ganhar uma nova pizzaria. Localizada na 202 sul, a Leovanna oferece no cardápio sabores para agradar a todos os paladares, prestigiando desde as receitas tradicionais, passando pelas inventivas, até as fitness! Além das pizzas, o cardápio, oferece saladas e entradas variadas. 

O forte da casa é a qualidade dos ingredientes, sempre frescos, em sua maioria adquiridos de produtores locais. O molho de tomate é artesanal, feito na casa. O queijo vem de Goiás, de uma indústria familiar que se esmera na qualidade de seus produtos. E a farinha vem da Itália, finíssima, de moagem duplo zero, o que garante uma massa firme e crocante, porém macia. 

Outro item do cardápio que também deverá agradar em cheio, é o preço. As pizzas vão de R$32,90 a 65,90 reais, sendo que a individual equivale a uma média. Bom, né? 

.
Aula de dramaturgia

Começa amanhã, 30, a primeira fase dos dois ciclos de palestras do J. Safra Social,  projeto que oferece atividades culturais gratuitas com o objetivo de democratizar a cultura e estimular a reflexão sobre a produção artística nacional. O primeiro ciclo se chama Damas do Teatro e acontecerá no dia 30/03, 06/04 e 13/04 com palestras das atrizes Eva Wilma, Beatriz Segall e Laura Cardoso, respectivamente.

 

O segundo ciclo é composto por palestras do autor Sergio Roveri, Silvia Gomes e Michelle Ferreira que acontecem nos dias 20/04, 27/04 e 04/05. Nas palestras os artistas falarão sobre suas histórias na dramaturgia brasileira, prêmios e trabalhos realizados e ainda conversarão com o público. As palestras estão marcadas para às 20h  e acasa comporta 627 pessoas portanto os interessados deverão comparecer ao teatro com certa antecedência.

Serviço Teatro J Safra Rua Josef Kryss, 318 - Barra Funda (11) 3611-3042 www.teatrojsafra.com.br

.
Surreal nacional

Já saiu aqui na coluna da PS informações sobre a Surreal, a festa com pegada surrealista que promete surpreender os convidados com atrações, cenografia e local inovador. A balada acontece em Brasília, então por que ela está na Tá Viajando? Acontece que os organizadores do evento criaram um grupo no whatsapp com 256 participantes do Brasil todo, literalmente, já que os DDDs variam de 11 a 99. O grupo reuniu e aproximou gente que sabe o que é bom e gosta de aproveitar não só o evento mas também as companhias. É claro que todos já garantiram a presença na festa que acontece no dia 16. O line-up será comandado por Make U Sweat, Alê Assumpção, Rapha Fernandes, M.O.N, Gui Reif e Dudu Sax e mais uma atração surpresa. Corre já pra comprar passagem e garantir ingresso por que amanhã passa para o terceiro lote. Alguma dúvida de que no dia 16, a boa para os paulistas, cariocas, brasilienses será a Surreal?

Para mais informações acesse o site www.producoesr2.com.br .

.
Tropical Tunes

As festas God Bless e Tropical Tunes se juntaram para a criação da festa God Bless Tropical Tunes, que acontece nesse sábado, 2, a partir das 16h na Rua Voluntários da Pátria, 498. A festa é resultado da comemoração de um ano da label Tropical Tunes da agência IA Projetos e o lançamento da God Bles, da agência Get Lucky. Em meio a intervenções urbanas e cenografia especial, o público vai curtir o som de DJs nacionais e internacionais selecionados a dedo. O time internacional é composto pelos DJs EDX, De Hofnar e FlicFlac, já a parte nacional conta com Ivan Arcuschin, Rapha Fernandes, Natema e Buble Guns. O evento é open air e conta ainda com uma área reservada para food trucks. Os ingressos estão no segundo lote por R$ 70 feminino e R$ 100 masculino e R$ 120 feminino e R$ 180 masculino a área vip, à venda nos sites www.ingresse.com e www.semhora.com.br. Para mais informações: https://www.facebook.com/Tropical-Tunes-365914260248151/?fref=ts

 

.
Barba & tattoo

Você já deve ter ouvido falar da Barbearia Corleone, certo? Com inspiração nas antigas barbearias de NY, a casa oferece além de cortes de barba, cabelo e bigode, música boa, chopp, cerveja, comidinhas e jogos e é palco para eventos, festas e shows para públicos seletos. A novidade é que desde o início do mês de março a Tatto You , primeiro estúdio de tatuagens de São Paulo, é responsável pelo estúdio de tatuagens da barbearia. Os tatuadores estão à disposição dos clientes de terça a domingo, a partir das 14h.

 

Serviço Barbearia Corleone Rua Nova Cidade, 26 – Vila Olímpia, São Paulo (11) 3044-2332 http://www.barbeariacorleone.com.br/

.
Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}