GPS | CULTURA

Universo Bulcão

COLABORADOR Redação   
|   13/01/2018 07:00 ( atualizada 13/01/2018 07:00)   
FOTO Cortesia   
No ano em que completaria 100 anos, o artista Athos Bulcão é homenageado com megaexposição no Centro Cultural Banco do Brasil

Quem vive pelas projetadas ruas de Brasília bate o olho e sabe: aqueles coloridos azulejos são obras de Athos Bulcão. O artista, conhecido pelas peças poéticas que enfeitam pontos turísticos da capital, recebe no CCBB Brasília a mega mostra100 anos de Athos Bulcão.

 

Incluindo a exibição de obras inéditas e mais de 300 trabalhos de Athos, a exposição quebra paradigmas. O artista foi muito além dos azulejos. Em seu currículo, aparecem pinturas, fotomontagens, croquis que Athos fez para o grupo de teatro O Tablado, do Rio de Janeiro, os figurinos das óperas Amahl e Os Visitantes da Noite de Menotti, grande acervo de seu trabalho gráfico e até os lenços que desenhou quando estava em Paris.

 

Além disso, também são apresentados trabalhos de artistas mais jovens, muitos nascidos em Brasília, que reconhecem a influência do mestre pelo convívio cotidiano com suas obras públicas.

 

Fotocolagem - A Despedida

 

Atos de Athos

 

Em julho de 2018, completa-se o centenário de Athos. Daí veio a inspiração dos curadores Marília Panitz e André Severo. A mostra irá circular por quatro unidades do Centro Cultural Banco do Brasil partindo, é claro, de Brasília. Depois, segue para Belo Horizonte, Rio de Janeiro e São Paulo.

 

O acervo que compõe a exposição faz parte, em sua maioria, da Fundação Athos Bulcão, que cuida do legado do artista. Não só sua obra pública será ressaltada, mas aqueles que diariamente passam por um objeto de Athos terão a oportunidade de conhecer outro lado dele, como suas pinturas, croquis, séries temáticas, obras sacras, figurinos e trabalho gráfico, caracterizando sua linha modernista.

 

Série A Vida De Nossa Senhora

 

“Athos foi um homem discreto, preocupado especialmente em harmonizar e compor o trabalho do arquiteto na integração de sua arte, mas que também se engrandece quando envolvido em telas, tintas e pincéis, produzindo um dos mais destacados repertórios da arte brasileira”, afirma Valéria Cabral, secretária executiva da Fundação.

 

A exposição está dividida em oito núcleos, que mostram toda a trajetória do artista, suas fases, seu método de atuar, a poesia que fez durante seus mais de 60 anos de profissão. E tem uma parte interativa – em alguns momentos o visitante poderá se envolver com a arte de Athos Bulcão. Em uma espécie de jogo, os famosos azulejos poderão ser mudados de um lugar para outro, como o jogador quiser. Da mesma forma que Athos fez com os seus. Ele entregava nas mãos dos pedreiros e dizia para colocá-los como quisessem. Só fazia um pedido: que o desenho não se fechasse. Um poeta na arte. E um marco para o Brasil.

 

Obra do livro Acervo

 

Foto: Edgar Cesar

 

Capa da revista Módulo

 

Serviço

100 anos de Athos Bulcão

De 16 de janeiro a 1 de abril de 2018, no Centro Cultural Banco do Brasil Brasília (SCES, trecho 2, lote 22). De terça a domingo, das 9h às 21h. Entrada franca.

www.bb.com.br/cultura


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}