GPS | COTIDIANO

Cold outside

COLABORADOR Redação   
|   09/01/2018 07:00 ( atualizada 09/01/2018 07:00)   
FOTO Luara Baggi   
Indo para o Hemisfério Norte? GPS|Brasília monta mala com o que não pode faltar par quem vai encarar a neve

Enquanto no Brasil os termômetros marcam altas temperaturas e lotam as praias de banhistas calorentos, o Hemisfério Norte enfrenta um dos piores invernos da história! As tempestades e nevascas que assolaram a Costa Leste dos EUA e Canadá passaram, mas a neve e as baixas temperaturas permanecem, igualando os locais ao intenso frio siberiano.  

 

Em Nova York, a temperatura registrada neste final de semana foi de -16°C, apesar do céu aberto e ensolarado. A máxima ficou em torno de -10°C, com o rio Hudson parcialmente congelado. Já em Concord, capital do Estado de New Hampshire, a mínima foi de -20°C. Em Toronto, no Canadá, os termômetros registraram -18°C.

 

Mas não é só nos EUA que as temperaturas estão tensas. Em Moscou, por exemplo, os termômetros registraram, no sábado, mínima de 2°C. Em Tóquio, a mínima foi de 3°C.

 

A mala perfeita

 

 

Pensando em quem se prepara para curtir as férias na neve, o GPS|Brasília bateu um papo com Márcia, gerente de vendas da Artchê, loja especializada em roupas de frio em Brasília.

 

"A primeira coisa que é preciso ter em mente é que, para encarar a neve, são necessárias três camadas de roupas: térmica, para reter a temperatura; suéter, para aquecer; e casaco, normalmente um corta-vento e à prova d\`água", explica Márcia.

 

 

Como o peso da bagagem é um detalhe para ficar de olho, e peças como botas e casacos são um tanto pesadas, controle-se! Segundo a especialista, há apenas a necessidade de dois conjuntos térmicos (blusa e calça), três ou quatro meias, um par de luvas, uma ou duas botas e um casaco de esqui. "Você pode variar nos suéteres e cachecóis. Eles dão estilo."

 

Como as temperaturas na cidade, topo e base da montanha são diferentes, os looks podem mudar, alternando de acordo com o nível do frio, neve e umidade.   

 

Para esquiar

 


 

As peças mais indicadas para quem vai encarar aventura no gelo são as chamadas três em um. Impermeável, corta-vento e por dentro retém calor, além de opção de bolso para guardar celular. O destaque vai para a marca Columbia (de R$ 790 a R$1.800). A calça, também impermeável e retém temperatura (de R$ 325 a R$ 490), bem como as luvas. O look pode ganhar cor na escolha do cachecol.

 

Outra dica valiosa é a das botas! Se está indo para a neve, escolha marcas impermeáveis, ou o gelo irá queimar o couro. Algumas aguentam temperaturas de até -30°, e podem ser usadas tanto nas montanhas como na cidade. Além disso, não existem meias impermeáveis. Então, é preciso garantir que esse quesito seja atendido por meio das botas.

 

 

Base da montanha

 

Por aqui, as temperaturas são menos severas, mas ainda bem frias. Não há necessidade de peças com corta-vento, apenas impermeáveis. A dica de Márcia é o casaco Collumbia, feito com penas de ganso. Funcionais, podem ser usadas em dias menos frios (de R$ 780 a 1035).

 

Os coletes também são ideais para a ocasião. Aquecem e dão estilo - mas, por não terem mangas, precisam sempre de um casaco por cima. Para fechar, cachecol e luvas. Neste caso, não apostar em tricô! As peças absorvem água. Ao invés disso, a novidade mais procurada pelos viajantes são as luvas touch, com mecanismo que permite usar celular (R$ 405).

Na cidade

 

 

Nas ruas, a escolha é mais livre. A dica da gerente é escolher peças termais, que absorvem a transpiração e não deixam o corpo esfriar. "Uma boa opção é a lã! Aqueles que não querem nada impermeável podem apostar no material, que não absorve água muito fácil". Uma novidade que tem feito sucesso é a legging térmica, ideal para curtir as ruas de NY.


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}