GPS | CULTURA

Movie-se: O Rei do Show

COLABORADOR Pedro Lira   
|   20/12/2017 14:00 ( atualizada 20/12/2017 14:00)   
FOTO Reprodução   
Hugh Jackman estrela musical que conta com trilha sonora dos premiados compositores de "La La Land"

Trapezistas, mulher barbada, homem tatuado, anão, albino e outras excentricidades no Circo de Barnum & Bailey! A história contada pelo diretor Michael Gracey em O Rei do Show é um espetáculo visual, e não necessariamente de aberrações. Coreografias, animais selvagens e elenco carismático são a fórmula para um musical que promete ser bem recebido pelo público.

 

O que define se alguém irá gostar ou não do longa-metragem é a expectativa. Apesar de abordar basicamente o tema preconceito, incluindo diferença de classes e bullying , a história se desenvolve cheia de magia, com pequenas dificuldades que são resolvidas de forma fácil. A proposta do filme não tecer uma crítica social que aborde os dramas dos marginalizados socialmente, mas contar, quase com ares infantis, que tudo pode ser resolvido, se você acreditar.

 

A história conta a saga do humilde P.T. Barnum, interpretado por Hugh Jackman, que saiu da pobreza após criar o primeiro circo dos Estados Unidos. O show conta com animais, freaks, acrobatas, pirotecnias e outros sucessos da época em que era legal colocar leões e elefantes no picadeiro.

 

 

No elenco estão Michelle Williams, Zac Efron, Zendaya, Rebecca Ferguson e Keala Settle. O destaque vai para o protagonista. Assim como em Os Miseráveis, Hugh Jackman mostrou que é um ótimo ator em musicais. O romance da história fica por conta de Efron e Zendaya, que apresentam uma química natural, mesmo sofrendo de dramas quase adolescentes. Não é preciso mencionar o bom trabalho de Michelle Williams, vencedora do Oscar de melhor atriz coadjuvante em 2017 por Manchester à beira-mar.

 

O grande charme do filme é, sem dúvidas, as músicas e coreografias. Com pegada pop e passos simples mas eficazes, os momentos cantados são sempre um show. O trabalho é assinado pelos compositores Benj Pasek e Justin Paul, que levaram o Oscar pela trilha sonora de La La Land. Mais uma vez, as cenas agradam àqueles que não se importam com efeitos gráficos fortes, jogos de câmera lenta e quase uma realidade fantástica. Nada ali é real, mas vende sorrisos e encantos visuais, assim como o Circo de Barnum & Bailey.


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}