GPS | GPS|PITACOS

Fake food

POR GPS|Pitacos   
|   20/12/2017 11:40 ( atualizada 20/12/2017 11:40)   
FOTO divulgação   
Avaliação máxima, reservas lotadas e chef premiado. Restaurante falso chega a ser o primeiro do mundo em Londres

Um lugar exclusivo em Londres, onde conseguir uma reserva era tarefa impossível. A casa superou milhares de restaurantes chiques da cidade na classificação do popular site TripAdvisor. Só tinha um problema: o estabelecimento não existia. 


Tratava-se de uma invenção do jornalista freelancer britânico Oobah Butler, que usou a própria casa, um galpão em Dulwich, no sul de Londres, como inspiração para divulgar na plataforma um novo e já conceituado restaurante: The Shed at Dulwich.


A primeira coisa que Oobah fez foi inscrever seu restaurante na plataforma de avaliações que, curiosamente, aceitou integrar um local sem confirmar a sua existência. Ele arranjou um número de telefone para atender eventuais clientes e criou ainda uma carta explicando que o espaço não tinha um “menu tradicional” e que servia “estados de espírito” – os clientes só tinham que dizer como se sentiam e o chef interpretava num prato. 

A partir do momento em que foi aceite no TripAdvisor, foi fácil pedir para a família e os amigos para escreverem falsas críticas, elogiando o restaurante, contando como tinha sido difícil conseguir um lugar, mas como tinha valido a pena


Com pouco mais que algumas resenhas forjadas, ele subiu na classificação do guia na cidade – uma indicação muito disputada, que poderia gerar uma enxurrada de negócios para qualquer restaurante de verdade. Um exemplo: Lust (Luxúria) eram rins de coelho temperados com açafrão, com bisque de ostra, acompanhado por um soufflé de romã. E acompanhou as descrições com imagens de pratos feitos por ele, um dos quais incluía uma pastilha de detergente e espuma de barbear.
 



Alguns resenhistas incluíam detalhes vagamente negativos, aparentemente para realçar sua credibilidade. Um deles escreveu que lhe ofereceram um guardanapo manchado, mas ainda assim deu cinco estrelas ao restaurante. Das 104 resenhas postadas no site até o início de dezembro, mais de 100 lhe davam cinco estrelas, a nota máxima. Os outros? Quatro estrelas.



Com tudo isso, o telefone do local “fake” não parava de tocar. Depois que o restaurante atingiu o 30º lugar, começaram a vir pedidos de reserva do mundo todo. Algumas empresas usaram uma estimativa da localização do restaurante pelo Google para lhe enviar amostras grátis. Até pessoas à procura de trabalho começaram a contatá-lo. 


Quando tornou a sua história pública, num artigo na revista Vice, Oobah mostrou também muitos dos vídeos que fez dele próprio a atender telefonemas de pessoas que queriam marcar mesa no The Shed. Ele respondia sistematicamente que estava “completamente esgotado”, mas nalguns casos levava a brincadeira um pouco mais longe e perguntava, por exemplo, quantos seguidores é que a pessoa tinha no Instagram e se se considerava “um influenciador”.


O TripAdvisor contactou Oobah um dia para lhe comunicar que mais de 89 mil pessoas tinham espreitado informação sobre o The Shed em apenas 24 horas. Por isso, apesar de tudo, não foi uma surpresa total que o restaurante tivesse chegado ao topo. No início de Novembro, The Shed at Dulwich instalou-se no primeiro lugar da lista de restaurantes recomendados em Londres. E nunca ninguém tinha comido lá.


O QUE DIZ O TRIPADVISOR


A empresa não quis se manifestar sobre o episódio, mas disse que já analisava o caso antes da publicação do artigo de Butler.
Será que a fraude sugere vulnerabilidade no processo que a empresa usa para verificar o conteúdo de seu site? 

 

*Com informações do Washington Post e Folha online

 


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}