GPS |

Trem da alegria no Judiciário?

POR GPS | PODER   
|   18/12/2017 04:50 ( atualizada 18/12/2017 04:50)   
FOTO Sindare   

Depois de diversas tentativas frustradas via projetos de lei no Congresso Nacional, todos tidos como inconstitucionais, agora entidades de servidores públicos do Judiciário Federal e do MPU tentarão convencer ninguém menos que a presidente do STF, ministra Carmen Lúcia, de que a transposição de cargos de 85 mil servidores de nível médio para nível superior não somente é legal como possível de ser executada.

A audiência está confirmada na agenda da presidente para as 12h30 desta terça com as entidades que defendem a causa (Fenajufe) e as que combatem a idéia (Anajus e Sinajus).
 

A idéia parece reviver os piores momentos da República nos chamados "trem da alegria", criados antes da Constituição de 1988, e que efetivou milhares de servidores no cargo sem concurso público.
 

Sem falar no possível impacto financeiro bilionário que pode ser desencadeado no passo seguinte ao compartilhamento das atribuições funcionais: a equiparação salarial.
 

 Espera-se que o Judiciário mntenha o bom exemplo e não dê prosseguimento à ideias anacrônicas.


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}