GPS |

Sem Reforma

POR GPS | PODER   
|   16/12/2017 03:21 ( atualizada 16/12/2017 03:21)   

Como já era previsto e anunciado por GPS PODER, o Governo jogou pra Câmara dos Deputados e os dois jogaram juntos 'para a platéia' (leia-se mercado e investidores internacionais), a votação da Reforma da Previdência.

Ficou tudo para fevereiro de 2018. 

E com um atenuante articulado pelo presidente da Câmara Rodrigo Maia: se criar uma justa regra de transição para os servidores públicos admitidos antes de 2003, que significa 80% da resistência à proposta do Governo.

Ele deu o recado para os ministros Diogo Oliveira (Planejamento) e Henrique Meirelles (Fazenda).

Se o Planalto tivesse iniciado a tratativa da reforma por aí, possivelmente já teria conseguido sua aprovação.


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}