GPS | CULTURA

Divina Comédia

COLABORADOR Redação   
|   16/11/2017 12:43 ( atualizada 16/11/2017 12:43)   
FOTO Luara Baggi   
Brasília recebe exposição de Salvador Dalí baseada na obra "A Divina Comédia", de Dante Alighieri

Conhecido pelo estilo inconfundível de surrealismo, Salvador Dalí é um dos expoentes da arte mundial. Complexo e cheio de facetas, o espanhol foi além das obras mais famosas, sendo responsável pela representação visual da consagrada obra de Dante Alighieri - A Divina Comédia - nas artes plásticas.

 

Dalí transferiu, das letras para as telas, o Inferno, o Purgatório e o Paraíso do escritor em cerca de 100 pinturas, com todos os tons surrealistas e simbólicos de Salvador Dalí.  De 15 de novembro até o dia 4 de março de 2018, quem passar pela Galeria Vitrine, na Caixa Cultural Brasília, de terça-feira a domingo, sempre das 9h às 21h, poderá conferir pinturas que revelam este universo de Alighieri.

 

 

"Essa mostra é uma aula onde se pode debater literatura e arte em um mesmo ambiente. A exposição tem um poder didático, não só pelos artistas Dante e Dalí, mas pelo poder das obras que, de forma sutil, tocam em muitos aspectos contemporâneos", explica o curador Rodolfo Athayde.

 

Nas peças, Dalí extrai a agonia, os prazeres, os sabores e dissabores de uma viagem rumo à conquista de um paraíso idealizado. As imagens, como é a marca do artista, atingem o subconsciente e os sonhos. Os círculos infernais, o centro da Terra, o encontro com Lúcifer, o reencontro com Beatriz, a mulher amada e idealizada, e a admissão de um paraíso são retratados por Dalí, que respeita a transição do poema. Versos que vão do limbo aos céus.

 

 

Inferno, Purgatório e Paraíso

 

A primeira parte é dedicada ao Inferno, com 34 imagens. Um segundo momento corresponde ao Purgatório, e o terceiro ao Paraíso, com 33 quadros cada. Proveniente de uma coleção privada da Espanha, o acervo de gravuras pretende conduzir o público a uma viagem a partir desse diálogo entre literatura e artes visuais. Uma viagem que leva e eleva o público para os ambientes destes artistas, que conseguem sintetizar e repassar seus pensamentos por meio da arte.

 

Dalí pintou as obras e trabalhou por cinco anos em um sistema para que estas pudessem ser reproduzidas mecanicamente. Para isso, teve ajuda dos gravadores Raymond Jacquet e Jean Taricco, que fizeram 35 placas com 3500 blocos xilográficos para reproduzir as aquarelas peça por peça. Nos anos 60, as xilogravuras foram publicadas em forma de livro por uma editora francesa, ilustrando em seis volumes as obras completas com o texto de Dante. Essa exposição é realizada com o exemplar 283 desse conjunto de ilustrações.

 

 

Serviço 

Dali: A Divina Comédia

Caixa Cultural Brasília – Galeria Vitrine  (Setor Bancário Sul Qd. 4)

De 15 de novembro até 4 de março de 2018

De terça a domingo, das 9h às 21h

Entrada franca

Classificação livre

Informações: 3206-94489449


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}