GPS | COTIDIANO

Ângulos diferentes da morte

COLABORADOR Redação   
|   02/11/2017 07:00 ( atualizada 02/11/2017 07:00)   
FOTO Reprodução Internet   
Já pensou em como se comemora o Dia dos Mortos em outras culturas? GPS|Brasília adianta que é bem diferente do Brasil

Hoje, no Brasil e em vários outros lugares do mundo, é comemorado o Dia dos Mortos. Por aqui, faz parte da tradição relembrar e fazer homenagens ao antepassados com flores, na maioria das vezes em cemitérios. Porém, já parou para pensar quais são as celebrações nos outros países? Cada local tem uma identidade e difere dos outros em vários aspectos. Com as datas comemorativas não seria diferente.

 

Um dos Dia dos Mortos – ou melhor, Dia de los Muertos – mais conhecidos mundo afora é o do México. Enquanto no Brasil o clima é mais pesado e tende à tristeza, no país latino é uma espécie de carnaval. As pessoas fazem grandes festas, sempre muito coloridas e com muita alegria. O objetivo é celebrar a vida dos que partiram, então não existe espaço para choro ou lamentações. As famílias fazem grandes banquetes e altares com as comidas e bebidas preferidas de seus entes queridos. Acredita-se que, neste dia, os antepassados voltaram à terra para festejar com seus familiares.

 

 

 

Os mexicanos comemoram por três dias, começa no dia 31 de outubro e terminando hoje, 2 de novembro. Adornos coloridos e as famosas caveiras mexicanas são espalhadas pelos locais e pintadas nos rostos das pessoas, fazendo alusão à morte. A figura da caveira também vem para representar a Santa Muerte, divindade adorada no paganismo que também recebe homenagens nesta época do ano.

 

Com uma tradição de mais de 500 anos, a celebração foi reconhecida pela UNESCO em 2003 como Patrimônio Oral e Intangível da Humanidade. Até hoje a festa leva muitos turistas curiosos ao país, movimentando o turismo local e espalhando sua cultura para os quatro cantos  do mundo.

 

 

 

Pelo globo

 

Não só o México, mas o Dia dos Mortos é comemorado de formas diferentes em muitas outras partes do mundo. Muitas vezes até o dia do calendário diverge. No Japão, por exemplo, as homenagens aos ancestrais acontecem no Bom Odori, comemorado no dia 15 de agosto e durando três dias. Já no Haiti, as tradições desta data vêm, em sua maioria, da religião Vudu. As pessoas vão para os cemitérios em grupo, com tambores e muita música, para acordar Baron Samedi, senhor dos mortos, e seu descendente Gede.

 

 


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}