GPS | MODA

Trinta anos de eternidade

COLABORADOR Theodora Zaccara    
|   26/10/2017 16:00 ( atualizada 26/10/2017 16:00)   
FOTO Cortesia/Reprodução   
Panthère é nosso! Joalheria brasiliense Grifith acaba de receber o icônico relógio da Cartier

Trinta anos de história mudam muita coisa. Governos caem, regimes envelhecem, gerações transformam, mas existe um grau de elegância que não muda - só melhora. Nascido em 1983, o relógio Panthère, da casa de jóias Cartier, já viu muito do mundo. Viveu o fim da ditadura, o primeiro Rock in Rio, a virada do milênio. Acompanhou a queda do muro de Berlim e o primeiro presidente negro dos Estados Unidos. Gritou por “Diretas Já”, assistiu ao fim da Guerra Fria e chorou a morte de Michael Jackson. Em 34 anos, ele se repaginou, melhorou, mas continua sendo o primeiro relógio feminino da marca francesa, que agora se prepara para desembarcar de vez no solo da capital.

 

 

A responsável pela novidade é a Grifith, joalheria brasiliense que detém, com exclusividade, o comércio de peças Cartier na cidade. Disponível em tamanho pequeno e médio, a peça se divide em quatro categorias: alta joalheria, de pavé brilhante e ouro branco; joalheria, de bisél com pavé e ouro branco ou ouro rosa; ouro, com opção em rosa ou amarelo; e o segmento de acesso, que vem em aço puro ou mesclado a ouro. Todos contam com a icônica coroa Cartier, octogonal com diamantes ou pedra azul, além do tradicional maillon da casa, composto por cinco elos entrelaçados que resultam em uma flexível suavidade.

O novo modelo dispõe, também, de uma caixa mais larga, que garante resistência à água, uma pulseira reforçada para evitar alargamento e coroa em ouro puro. “O Panthère é chique, elegante, com pegada atemporal, e melhor quando usado com várias pulseiras. Difícil é escolher a cor!” conta Isabella Carpaneda, embaixadora da grife no Brasil.

A escritora, que carrega com muito orgulho o título de representante da maison, é também anfitriã do lançamento que comemora amanhã, 27, a suntuosa novidade. “Será uma noite divertida e cheia de surpresa para os convidados!”, contou ao GPS|Brasília
Na soirée para mais de 150 invitados, o propósito é celebrar a herança do relógio-jóia, peça ícone da grife “O bufê será Due Amicci, o DJ será o Sony!”, conta também Tatiana Januario, diretora da Grifith. "Preparamos com muito carinho para quem é fã da marca!" completa. Diomedio Santos e Margot Albuquerque, mentes criativas por trás do empreendimento, também têm dedo no encontro, que promete ser uma noite para festejar não apenas as três últimas décadas, mas principalmente as que ainda aguardam acontecer.

Viva Panthère!


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}