GPS | MODA

Melhor de três

COLABORADOR Redação    
|   30/08/2017 20:58 ( atualizada 30/08/2017 20:58)   
FOTO Fotosite/Ricardo Toscani   
PatBo, Lenny Niemeyer, Água de Coco e mais - saiba o que rolou no terceiro dia de SPFW

Terceiro dia de SPFW, um universo de desfiles e tendências. Com desfiles há muito esperados, como Pat Bo e Água de Coco, a terça-feira trouxe mais moda praia, com o trunfo de opções para usar fora das areias. Além da breach wear, tendências de verão que continuam firmes e fortes, como a transparência e os materiais orgânicos - ambos modismos que já se afirmaram como destaques da edição. A coluna GPS|Moda pontua os desfiles de terça-feira, e serve de bandeja os destaques que mais fixaram.

 

White is the new black

“Pela primeira vez não usei preto!” Empolgada com os novos passos, Giuliana Rommano abriu a manhã de terça com um desfile muito, muito claro. O branco reinou, com pontos de metal e tonalidades claras, que apareceram em estampas e composições monocromáticas. A alfaiataria fez contraste com uma das maiores novidades da temporada, o hand made, tendência que centraliza a natureza com aquela "carinha" de artesanal.

 

 

Deu branco

Contrastando com os grafismos das paredes coloridas da Pair, loja no bairro dos Jardins, a coleção de Vitoriano Campos também foi desenvolvida em sua maioria em torno do branco - aposta da temporada. Itens dos anos 90, como a infame pochete, as botinhas de cano médio, os mules, as bomber jackets e os macacões, deixaram claro que as referências da década não planejam se despedir das vitrines tão cedo.

 

De colorir

Geométrica e leve - essa é a antítese harmônica que Lenny Niemeyer propõe para as areias em 2018. Mas a referência não é sem motivo! As formas são fruto de uma inspiração direta nas obras das artistas Hilma Af Klint e Emma Kunz, pioneiras do abstracionismo geométrico nas artes plásticas. Na paleta de cores, muito preto, branco, e toques cítricos, como o tangerina, que dividiu espaço com tonalidades de azul e marrom.

 

 

Natureza importada

 

Com um pézinho na Austrália, Vanessa Moe desembarcou no Brasil com uma coleção refleta de alusões à land down under. Maquiagens aborígenes coloriram os rostos das modelos, cuja maioria foi importada diretamente da Oceania, de clãs indígenas naturais da terra. Ao atravessarem o catwalk, vestiam blocos de cores fortes, como vermelho vivo, outro grande trunfo na cartela de tons destaque da SPFW. Transparências e plumas agregaram à conexão com a natureza - bastante observada em todos os desfiles até então.

 

De tempos em tempos

 

Queridinhos de celebridades Brasil a fora, os bordados de PatBo foram até o passado para construir uma moda do futuro, buscando dos anos 20 até a atualidade, referências de um Brasil antigo. Sombrinhas, chapéus de aba longa, maxi-brincos e óculos oversized complementam uma das coleções mais fun da designer até então. Patricia admite apostar cada vez mais numa moda irreverente, sem medo de misturar - um casamento que contempla dos mais variados marcos de década.

 

 

Rebelde sem causa

Camiseta branca e calça jeans. É com o icônico uniforme americano eternizado pelo rebelde James Dean que começa o desfile da Two Denim. Mas não se engane! As formas, que desafiam os limites dessa combinação, não são nada básicas, inovando com shapes modernos e diferenciados. Pitacos de rosa, amarelo e laranja fluo aparecem aqui e ali ao desenvolver do desfile, onde predominam tons de azul e branco.

 

 

Rolê do bonde

Numa mistura de sons e estilos, Mc Rael, Mc Carol, Mc Kamal e outros artistas fizeram do encerramento do desfile da LAB um espetáculo de muito ritmo. Emicida, nome por trás da label, também apresentou nesse medley de sucessos, e exibiu, no terceiro ano da marca no SPFW, uma moda com a energia das ruas. Sem medo de levar a irreverência do street wear para o catwalk, a LAB apostou num ton sur ton de azul para dar a base aos detalhes dourados, incluindo os colares e penduricalhos de coroa, marca registrada da casa.

 

 

Embalos de Bali

Fechando o terceiro dia de evento, a Água de Coco explodiu a passarela com misturas de estampas e cores fortes. Entregando uma moda praia típica do gosto brazuca, a label buscou nos balneários de Bali, na Indonésia, o impulso para desenvolver o verão da marca. Após 10 dias pelo cartão-postal, registrando tudo e todos, a equipe de criação voltou ao Brasil com uma gama de fortes misturas, que, com um tempero tupiniquim, promete ser sucesso entre clientes da marca.

 


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}