GPS | ESPORTE

Voando alto

COLABORADOR Redação   
|   31/07/2017 16:00 ( atualizada 31/07/2017 16:00)   
FOTO Cortesia/Reprodução   
Brasília recebe Campeonato Mundial de Asa Delta no próximo mês

A Capital Federal será invadida pelos melhores pilotos de voo livre do mundo. Durante duas semanas, Brasília sedia o Campeonato Mundial de Asa Delta da Federação Aeronáutica Internacional, válido como a 21ª edição para os homens e a 14ª para as mulheres. A competição terá início no dia 6 de agosto, indo até o dia 19 do mesmo mês e reunindo mais de 140 pilotos de 29 países já pré-confirmados.

 

Enquanto Brasília e municípios vizinhos receberão as aterrissagens, a cidade de Formosa, Goiás, terá as decolagens no Vale do Paranã, com uma rampa a cerca de 1.000 metros de altitude. Por possuir clima seco, o Distrito Federal atrai atletas brasileiros e estrangeiros praticantes do esporte.

 

"Além de Brasília ter as condições climatológicas muito propícias para o voo livre, a cidade tem uma história muito forte no cenário da modalidade no Brasil e no mundo. Já foi sede do Campeonato Mundial em 2003 e, depois destes anos todos, seguiram como sede das etapas do Brasileiro de Asa Delta, sendo uma das mais disputadas do circuito, com grande quantidade de provas e estabilidade em termos de clima", conta Dioclécio Rosendo, vice-presidente da Confederação Brasileira de Voo Livre.

 

 

Até o momento, 144 pilotos estão pré-inscritos na competição. Eles representam 29 países: Japão, Brasil, Estados Unidos, Alemanha, Argentina, Austrália, Áustria, Canadá, Chile, Colômbia, Equador, Espanha, França, Grã-Bretanha, Guatemala, Holanda, Hungria, Israel, Itália, Liechtenstein, México, Noruega, Nova Zelândia, Paraguai, Rússia, República Tcheca, Suécia, Suíça e Venezuela.

 

Favoritos

 

No masculino, o favorito é o atual campeão mundial, o italiano Christian Ciech, vencedor em 2015 no Valle de Bravo, no México. Outros pilotos, também candidatos ao título, são os atuais três primeiros do Ranking FAI: o australiano Jonny Durand, número 1 do mundo e vencedor do Pré-Mundial em 2016, disputado em Brasília, o brasileiro André Wolf e o austríaco Thomas Weissenberger. Entre as mulheres, as favoritas são a japonesa Yoko Isomoto, a atual campeã do Mundo, e a alemã Corina Schwiegershausen, que ocupa a segunda posição no Ranking Femimino da FAI.

 

Brasil no Mundial

 

O Brasil já foi sede do Campeonato Mundial em duas ocasiões, além de ter vencido uma vez por equipes e ter um campeão mundial no individual. O primeiro atleta a colocar o País no lugar mais alto do pódio da competição foi Pepê Lopes, em 1981, em Beppu, Japão. Dez anos depois, Governador Valadares, em Minas Gerais, sediou pela primeira vez uma edição brasileira, e os destaques vieram com a segunda colocação de Pepê Lopes, o terceiro lugar de Paulo Coelho e o vice-campeonato da seleção nacional.

 

 

Em 1999, em Monte Cucco, na Itália, o país garantiu o título de nações, além de duas colocações no pódio individual, com André Wolf e Pedro Matos, segundo e terceiro colocados, respectivamente. No mundial seguinte, dois anos depois em Algodobales-Cadiz, na Espanha, o Brasil foi o vice-campeão, repetindo a colocação em 2003, em Brasília, quando a Capital Federal recebeu o seu primeiro mundial. De lá para cá, o Brasil não teve mais atletas no pódio do evento.

 

Serviço

Campeonato Mundial de Asa Delta

de 6 a 19 de agosto

Rampa do Vale do Paranã - Formosa, Goiás


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}