GPS | DESIGN

Desert style

COLABORADOR Pedro Lira   
|   04/07/2017 07:00 ( atualizada 04/07/2017 07:00)   
FOTO Clausem Bonifácio   
Nova tendência do paisagismo, jardim deserto é sustentável e ideal para arquitetura contemporânea

Não é só o projeto de arquitetura o responsável pela beleza de uma casa. Tomando cada vez mais força nos lares da Capital, o paisagismo dá o toque final para tornar a construção ideal. Com os mais variados estilos, que passam pelo europeu, tropical ou clean, a área verde das casas ganhou uma nova tendência: jardim deserto.

 

Segundos os arquitetos e paisagistas da Depieri Paisagismo, Cleber e Gabriel, o foco na área externa das construções tem ganhado cada vez mais destaque em Brasília. "O paisagismo envolve toda a área ao redor de casas e prédios. Jardins, espelhos d'água, lagos e passagens", explicam.

 

"O paisagismo é uma tendência mundial e tem relação direta com qualidade de vida. Além de, claro, dar um toque todo especial às construções", complementa Gabriel.

 

Há mais de 18 anos na área, Cleber ressalta que antes de pensar no jardim, é importante alinhar com o arquiteto para que os dois projetos se complementem. "Essa parte do projeto pode ajudar ou até atrapalhar a arquitetura, por isso deve ser bem pensada."

 

 

Clima deserto

 

Dias quentes, noites frias a forte presença da seca. Se Brasília tem uma clima característico de deserto, por quê não um jardim no estilo? Os profissionais da Depieri assinaram projeto inovador no estilo em uma casa no Lago Sul. "O arquiteto pediu um projeto inovador e bonito. Apesar do receio dos donos, o jardim em clima seco ficou incrível e agrada a todos que passam por lá", diz Gabriel.

 

As plantas de clima árido se adaptam bem com o clima do Planalto.  A vantagem do estilo é a grande preocupação mundial: menor consumo de água. "Um jardim tradicional exige em média cinco mil litros de água por dia. Esse requer ser agoada uma ou duas vezes por semana", ressalta Cleber. "É uma nova tendência que surgiu para suprir esse problema que já é mundial."

 

Outra vantagem é a preservação do solo o mais natural possível. "Quando usamos plantas que não são nativas, precisamos adubar, adaptar a terra. No caso do jardim deserto, no máximo o uso de areia, para deixar o local mais arenoso. Isso só traz vantagens para o local".

 

 

A demanda vem crescido tanto que produtores de plantas têm se voltado só para o estilo. E não se deixe enganar pelo clássico cacto, as opções são várias. "Nesse projeto usamos pandanus, cacto mandacaru, suculentas, rosa do deserto  e várias outras espécies", explicam.

 

Os valores ainda se equiparam a jardins tradicionais, não por custar a mesma coisa, mas por exigir produtos específicos. "Ainda são poucos produtores que comercializam esse tipo de planta, logo eles cobram mais caro. Daqui algum tempo os preços já estarão mais baixos", diz Cleber.

 

Paisagismo X Arquitetura

 

Pode parecer um estilo difícil de ser usado, mas um jardim deserto se integra bem com praticamente qualquer estilo de arquitetura. "As tendências atuais são o rústico e contemporâneo, como é o caso deste projeto",contam. O uso de pedras na fachada, detalhes em aço exposto e outras características tornam a construção rústica.

 

"Só é mais complicado encaixar no estilo tropical. As plantas áridas não se harmonizam muito com madeira e cores vibrantes. Essa opção exige mais plantas do gênero", ressalta Gabriel. No entanto, isso não é necessariamente um problema. "Tudo depende da criatividade do profissional. Dá para fazer recantos separados, por exemplo."

 

O espaço também não é barreira. "Fizemos um projeto de jardim incrível na Vicente Pires em um espaço de 150 m²", conclui.

 

 

Serviço

Depieri Paisagismo

61 3321-9802 / 61 99986-4892

depieripaisagismo@gmail.com

www.depieripaisagismo.com

 


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}