GPS | COTIDIANO

Só se fala nisso...

Texto com suposta denúncia sobre o projeto Na Praia viraliza nas redes sociais e produtora se pronuncia "É falso"

O complexo Na Praia, idealizado pela R2 Produções, ainda nem começou e já está dando o que falar... Um texto envolvendo um escândalo dentro do projeto está circulando as redes sociais e causando curiosidade entre os brasilienses. Seria verdade todo o esquema denunciado na nota? GPS|Brasília foi atrás e conta o que descobriu.

Para começar, a assinatura do texto está em nome de Gunther Schweitzer, da Central Globo de Jornalismo. Se esse nome for colocado no Google, você encontrará algumas matérias em que se explica quem é ele. Uma das notícias afirma que o famoso Gunther mora em Mogi das Cruzes (SP) e é personal trainer. Não é jornalista e não é a primeira vez em que seu nome está vinculado à uma denúncia. Outro escândalo que saiu em seu nome foi durante a Copa do Mundo, em 2014, e o texto possui a mesma estrutura ao viralizado sobre o Na Praia - obviamente, com nomes e afirmações diferentes.

O texto também afirma que Kauan, da dupla Matheus e Kauan, sabe de algo que aconteceu dentro da produtora. No line-up divulgado, no ínicio da semana, não tem o nome deles como uma das atrações confirmadas. GPS|Brasília entrou em contato com a assessoria da dupla, que afirmou "não ter a agenda com tanta antecedência". Já a produção do Na Praia disse que eles não estarão no evento deste ano.

De acordo com nota divulgada pela assessoria de imprensa da R2 Produções, "a notícia sobre a suposta venda dos direitos do evento, que está circulando em diversos grupos e redes sociais, é falsa. Além disso, cabe ressaltar que não existe nenhum tipo de negociação entre o GDF e o Na Praia 2017 e que as vendas de ingresso aconteceram normalmente e permanecem ativas". A assessoria de comunicação do governador Rodrigo Rollemberg também negou qualquer tipo de negociação com a produtora.



Confira o texto que está circulando nas redes sociais:

"Tevejonapraia2017 – DIVULGADO O ESCÂNDALO QUE TODOS SUSPEITAVAM

Talvez, isso explique a razão do cantor Kauan ter declarado a seguinte frase: 'Se as pessoas soubessem o que aconteceu na R2 Produções, ficariam enojadas'. Muitas pessoas ficaram chocadas e tristes por não terem conseguido comprar ingresso pro napraia 2017. Não deveriam. O que está exposto abaixo é a notícia em primeira mão que está sendo investigada por rádios e jornais de todo o Brasil e alguns estrangeiros, mais especificamente Wall Street Journal of Americas, Correio Braziliense e Jornal de Brasília e deve sair na mídia em breve, assim que as provas forem colhidas e confirmarem os fatos.

Fato comprovado:

A R2 Produções VENDEU o evento napraia para o GDF e Rodrigo Rollemberg. Os funcionários foram avisados, às 11:00 do dia 16 de maio (dia de abertura de vendas, uma hora antes), em uma reunião envolvendo o Sr. R1, R2 e o secretário de cultura, representante do governo. Os terceirizados permaneceram em isolamento, realizando suas atividades na casa. A princípio muito contrariados, os funcionários se recusaram a trocar a pré-venda por um grande valor em dinheiro. A aceitação veio através da promessa de comissões sobre as vendas, num total de R$ 23.000.000,00 vinte e três milhões de reais através de precatórios e títulos da dívida pública.

Além disso, os funcionários que aceitaram a venda terão suas entradas liberadas por 4 anos em qualquer dia nos próximos Napraia nos moldes de blogueiras e digital influencers.Mesmo assim, alguns funcionários se recusaram a participar da venda, o que obrigou os produtores a cancelarem inúmeras vendas sob a escusa de que a compra não teria sido aprovada, forma de forçar nova compra em preço maior e outro lote. Sistema semelhante é utilizado pelo preço dinâmico da empresa Uber.

A sua situação só foi resolvida após o representante do governo ameaçar retirar o patrocínio e transferir o evento para o Taguaparque a exemplo do que ocorreu na FIFA FAN FEST 2014. Assim, combinou-se que a R2 mudaria os lotes de forma gradual a cada meia hora. Porém o volume de vendas foi tão grande que a apatia que se abateu sobre os comissários, fez com os técnicos da informação que controlavam o aplicativo, que absolutamente não participou desta negociação, cancelassem diversas vendas para vender mais caro.

O Sr. Governador, aplaudiu a colaboração da produtora, uma vez que o evento servirá para gerar caixa no GDF num momento de crise jamais registrada na unidade da federação, com crescente desemprego e a crise política e econômica nacional. Garantiu, também, ao Sr. R1, através de seu secretário de cultura, que a R2 Produções teria seu caminho facilitado para o Napraia 2018. Passem esta mensagem para o maior número possível de pessoas, para que todos possam conhecer a sujeira que ronda os eventos em BSB!

 

Desde, já agradeço, Um abraço.
Gunther Schweitzer
Central Globo de Jornalismo"


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}