GPS | BEM-ESTAR

Emoções contagiosas

COLABORADOR Redação   
|   05/04/2017 13:00 ( atualizada 05/04/2017 13:00)   
FOTO Cortesia   
Coach Paulo Vieira, criador do Método CIS, explica o que é inteligência emocional e dá dicas para manter a autoestima no trabalho

“Suas emoções são inteligentes? Você é autoconfiante? Você é otimista?”, essas são algumas perguntas que o conceituado coach Paulo Vieira afirma que temos que fazer para nós mesmos constantemente. O escritor, PhD em Coaching, presidente da Febracis e criador do Método CIS (Coaching Integral Sistêmico) está em Brasília para ministrar um curso de mais de 50 horas sobre Inteligência Emocional (IE).  Segundo ele, a IE é a capacidade humana de conectar-se consigo de forma a trazer o melhor de si e os melhores resultados. Ficou curioso? O GPS|Brasília conversou com o coach e explica melhor esse conceito que promete “mudar a vida” das pessoas.

 


O ser humano é dividido em razão e emoção, certo? Vieira conta que tal “divisão” do cérebro em racional (esquerdo) e emocional (direito) é uma forma que os cientistas encontraram para metaforizar o cérebro humano, dando ao hemisfério esquerdo a percepção racional, lógica, matemática e analítica do mundo. Porém, compreender o mundo e as pessoas dessa forma seria entender apenas metade da realidade existente, por isso, ao hemisfério direito é "imputada" a estrutura emocional, que contém as emoções, a intuição, a subjetividade e a criatividade. “Somos muito mais emoção. Há pessoas academicamente premiadas e cognitivamente inteligentes que não conseguem se relacionar com outras, pois não possuem controle emocional ou não são autoconfiantes, por exemplo”, explica.  

 



Paulo Vieira

Inteligência emocional no ambiente profissional

“Você contrataria para a sua empresa um profissional com um currículo impecável e diferenciado, mas que é pessimista e não confia na instituição ou na própria capacidade?”, questiona o coach. Vieira afirma que a IE é necessária para crescer e gerar equilíbrio produtivo positivo. Confira as principais dicas do especialista para manter a autoestima no local de trabalho, que prometem um bom e saudável desempenho como profissional e ser humano. 

• Primeira coisa que devemos estar atentos é como as emoções são contagiosas. “Devemos buscar estar perto das pessoas positivas emocionalmente”, afirma.

• Estar certo de que está fazendo a coisa certa. A pessoa deve preencher dois pré-requisitos da felicidade: crescer e contribuir. "É importante que a pessoa veja que está crescendo e contribuindo para a emrpesa, para a sua função e para aprodutividade. Uma pessoa que não cresce estará insatisfeita. O sucesso está ligado ao desenvolvimento emocional", diz.

• É preciso estar atento a buscar evoluir emocionamente; buscar se desenvolver além dos cursos, mestrados e outros focos do campo cognitivo. "O campo emocional vai promover o sucesso, então, é necessário buscar a cura do estresse, da ansiedade, livrar-se da depressão... Não há problema que machuque ima pessoa emocionalmente saudável", conta.

 


O coaching durante curso

Serviço
Curso de Inteligência Emocional com Paulo Vieira

Data: 7 a 9 de abril

Local: Centro Internacional de Convenções de Brasília - SCES Trecho 2, Conjunto 63, Lote 50 - Asa Sul
Inscrições: (61) 3034-6880


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}