GPS | ARTIGOS

Fala, personal!

Preparador físico Pedro Guimarães fala sobre a eletroestimulação, tendência dos próximos anos

Olá leitores,

Nos últimos 10 anos um novo formato de treinamento vem ganhando destaque no mundo. Com roupas tecnológicas ligadas a computadores, a eletroestimulação de corpo inteiro é a novidade do momento no campo fitness. Apresentada aos brasileiros no ano passado pelos seus fabricantes na maior feira fitness de equipamentos e tendências do Brasil (IHRSA), que acontece todos os anos em São Paulo, a eletroestimulação de corpo inteiro já conquistou seu espaço em grandes cidades como Rio de Janeiro e São Paulo.

Um treinamento que consiste em estimular o maior número de músculos através de correntes elétricas, o método tem como suporte um sistema de computador que permite modificar objetivos como aumento de massa muscular ou emagrecimento, por exemplo, com apenas alguns toques nas telas tecnológicas de última geração.

Algumas pesquisas recentes apresentaram resultados interessantes no que se refere a melhora da composição corporal, força, potência, velocidade e agilidade.Por conta disso, alguns clubes de futebol internacional já adotaram o método como parte complementar do treinamento, visando um melhor desempenho em menos tempo de treinamento, já que os fabricantes colocam que são necessários cerca de 20 a 30 minutos para corresponder a 2 horas e 30 minutos de treinamento tradicional.

No site dos fabricantes é possível ver alguns dos estudos que já foram publicados com pacientes idosos, cardiopatas e mulher pós-menopausa. E todos eles apresentam resultados favoráveis ao método quando comparados a uma série de formatos de treinamento tradicional.

Isso me deixou um pouco intrigado. Pesquisei em sites de referência acadêmica e encontrei alguns artigos científicos que colocaram a eletroestimulação de corpo inteiro como objeto de investigação e mais uma vez, todos os resultados mostraram resultados favoráveis ao método. Mas, como já imaginava, existe um pulo do gato. Todos os artigos estão vinculados aos mesmos autores que assinam o corpo técnico das marcas fabricantes do sistema de eletroestimulação de corpo inteiro. Isso não significa que o programa é uma fraude, nem muito menos que os estudos não têm validade. Entretanto, na ciência, tudo que se torna uma verdade absoluta deve ser elemento de desconfiança.

Apesar dos estudos serem muito recentes, a eletroestimulação de corpo inteiro deve ser tendência dos próximos anos. Afinal, promessa de treinamentos curtos, espaços modernos e tecnologia é uma realidade do futuro que já estamos vivendo.


*Pedro Guimarães é graduado em Educação Física pelo UniCEUB, pós-graduado pela UniFOA em Fisiologia de Exercício e Personal Trainer, atualmente trabalha como consultor em Atividade Física pela Clínica Metafísicos, além de atuar como Personal Trainer em academias da cidade. (CREF: 8553 G/DF)


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}