GPS | DEGUSTAÇÃO

Um menu para chamar de seu

COLABORADOR Andressa Furtado   
|   22/12/2016 14:22 ( atualizada 22/12/2016 14:22)   
FOTO Fernando Veler   
O dia que a cozinha vira restaurante...Chef Paulo Tarso promove degustação e GPS|Brasília conta a experiência

Quem ainda não participou de uma aula de culinária com o chef Paulo Tarso, não sabe o que está perdendo. Realizadas semanalmente em seu espaço gastronômico, localizado na 308 Norte, suas aulas são muito mais que aprender a preparar uma pizza ou um nhoque. É uma junção de diversão, boas risadas, pratos deliciosos e a possibilidade de fazer novos amigos. E é no meio desse caldeirão de elementos interessantes, que o chef brasiliense separa uma noite do mês para elaborar um menu degustação de alto nível técnico e sabores. Na noite de ontem, 21, o GPS|Brasília foi convidado para conhecer mais de perto esse viés do chef.
 

"É nesse dia que utilizo ingredientes e técnicas que não uso durante minhas aulas. Transformo meu espaço em um restaurante e deixo minha criatividade me guiar. É o meu dia livre", compartilha. Para participar desse jantar, é necessário fazer a inscrição no site com antecedência. São poucas vagas e bem disputadas. O valor gira em torno de R$ 300. 


 

Mas antes de mostrarmos o menu, aí vai uma breve apresentação da trajetória de Paulo Tarso para quem ainda não o conhece. Ele é formado em Artes Culinárias pelo The Culinary Institute of America em Nova York, considerada a melhor faculdade de gastronomia do mundo, e em Food & Beverage Management e Hospitality pelo Montgomery College em Virginia. Desenvolveu sua carreira no exterior, quando morou por quatro anos nos Estados Unidos. Lá criou a base da sua cozinha, trabalhando para renomados restaurantes, como o The Restaurant no Four Seasons-Palm Beach na Florida, Gigi’s Trattoria no Hudson Valley em NY e Fine Gatronomy Catering em Washington-DC.

Depois disso se mudou para Lima no Peru, onde montou seu próprio serviço de catering & personal chef e atendia clientes como embaixadas, grupos de empresários. Além disso administrou o restaurante Tr3s Cocina PeruanaApós voltar para Brasília, em 2014, Paulo resolveu começar a compartilhar sua paixão pela cozinha com outras pessoas, criou então o curso de culinária que leva seu nome. Após dois anos, ele já ultrapassou 600 alunos.

Veja como foi a experiência: 
 

1º prato - Ovo pochê com creme de grana padano, jámon serrano, portobello trufado e crostinis. Nesse prato, o chef não economizou nas trufas. Como é possível acompanhar a preparação de perto, o cheiro da trufa dominou todo o espaço. O creme de grana padano bem temperado acompanhou perfeitamente o jámon serrano e o portobello. O crostini, uma fatia fina de pão, parecia mais um queijo crocante. Ficamos com o gostinho de quero mais!
 

 

2º prato - Frutos do mar braseados sobre purê de beterraba. Esse prato é intrigante! Os frutos do mar escolhidos pelo chef foram o camarão e a vieira. Ambos cozidos no ponto certo tiveram seus sabores exaltados pelo purê de beterraba. Para quem não é fã de beterraba, não se preocupe, ela quase não aparece. Sabores cítricos são o ponto alto dessa sequência. O toque final do chef foi um mel trufado vindo direto da Itália. 

 


 

3º prato: Ribeye wagyu com creme de espinafre e mascarpone. Para quem não sabe, essa é uma carne premium de origem japonesa e é caríssima. É classificada de acordo com seu grau de marmoreio, ou seja, a quantidade de gordura entremeada. Quanto maior a quantidade de gordura, maior o número que ela recebe, que vai de 1 a 12. Na primeira mordida, é possível sentir sua maciez. Para complementar o sabor desse prato, Tarso preparou um creme de espinafre sensacional. 

 






4º prato - Lombo de porco cozido por 48h no sous vide, com polenta cremosa e legumes salteados. Esse, sem dúvidas, foi o prato campeão da noite. O lombo selado no fogo e finalizado no forno ganhou uma "cama" de polenta feita com cheddar e legumes surpreendentes. A cenoura caramelizada pode até ser considerada a estrela do prato (que o chef não leia isso). Mas fato é, que esse prato superou nossas expectativas.

 


 

5º prato: Pain Perdu com creme de baunilha calda de frutas vermelhas. Para finalizar o menu, Paulo Tarso escolheu uma sobremesa com sabor de infância. Esse prato "abraçou"  equipe do GPS|Brasília. Uma alusão à clássica french toast, mas com sabor de rabanada de vó. Ponto alto para o morango, que foi feito com toques de pisco. Uma delícia! (Pode mandar uma marmita dessa para nossa redação, chef!)

 



 

E aí, gostou? GPS|Brasília aprovou!
 

SERVIÇO
Curso de culinária Paulo Tarso
Site: www.chefpaulotarso.com.br
Telefone: (61) 99285-9382


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br