GPS | ENTREVISTA

Gente que faz: Giordano Bomfim

COLABORADOR Pedro Lira   
|   07/11/2016 07:00 ( atualizada 07/11/2016 07:00)   
FOTO Luara Baggi   
Fomentando a produção independente, Giordano Bomfim movimenta o mercado autoral brasiliense

Além da arquitetura tombada de Niemeyer e dos escândalos políticos nacionais, Brasília acorda como uma cidade cultural, que produz, inova e colore o cotidiano dos brasilienses. Por isso, dando continuidade a série Gente que faz... e transforma!, que começou contando a história de Cláudia Vilhena, o GPS|Brasília apresenta Giordano Bomfim, o jovem que conecta e abre espaço para a produção cultural brasiliense, fomentando a cultura independente na cidade.

 

Aos 27 anos e completamente apaixonado por literatura, Giordano tem uma trajetória de experimentação. Nascido e criado em Brasília, o geminiano é responsável pela curadoria e criação de projetos culturais do Ernesto Cafés Especiais, na 115 Sul. Por lá, onde trabalha há um ano e meio, criou o projeto da livraria com promoção de autores independentes e publicações autorais. “Em Brasília existe uma grande defasagem da promoção dessas produções. Escritores locais não tem espaço”, explica.

 

Além disso, criou também o projeto da feira literária A Outra Margem, que fomenta esse mercado. “Queremos criar workshops, projetos e iniciativas que ajudem a desmistificar a produção independente”, conta. A ideia é defender o movimento de resistência que é assumir o próprio projeto. “Eu vejo que aqui em Brasília o público não interage com esses autores por não conhecê-los, porque a aceitação de quem descobre esse mundo é muito boa”, defende.

 

É buscando conectar os produtores da cidade com o público que quer sair do circuito das grandes editoras, que Giordano movimenta a produção autoral. “Acredito que a cidade está mostrando seu lado cultural e vive um momento interessante. A cidade foi vista como arquitetura e política, considerada fria e desprovida de atividades, e essa Brasília não pertence ao brasiliense, por isso ela está acordando para si. Brasília assume a própria produção cultural e sua identidade”, defende. “É muito bacana fazer parte disso”.

 

 

Além dos projetos maiores, Giordano organiza uma rotina de exposições no térreo do café. Por lá, expõem fotógrafos, pintores e artistas com propostas interessantes. “A ideia é levar arte para um local onde as pessoas não estão indo apenas consumi-la. Desconstrói essa ideia de que lugar de arte é na galeria e não na vida cotidiana”, afirma.

 

Um pouco de tudo

 

Formado em design de interiores pelo Iesb, Giordano conheceu o Ernesto ainda quando a casa abria as portas. “Eu trabalhava com projetos de iluminação na Dessine, aqui na quadra e adorava tomar café aqui”, relembra. Apesar de ter mudado o rumo profissional, conta que criar projetos de design é um de seus hobbies. “Nunca deixei de trabalhar com projetos, é algo que ainda curto muito fazer”.

 

Saindo da Dessine, sentiu que precisava mudar os ares e foi atrás de outra paixão: chás. Trabalhou no Vincent, casa de chás na 409 Norte, já entrando no mundo dos cafés. Quando a paixão pela literatura chamou, foi para a Livraria Cultura, no CasaPark, onde trabalhou por um ano. “Um dos meus maiores prazeres ainda é visitar a livraria”, conta.

 

 

Além da livraria do Ernesto e da Cultura e dos centros culturais como CCBB e Caixa Cultural, passa seu tempo livre nas cachoeiras ao redor de Brasília. “Se me perguntarem um local que amo: Tororó!”, admite.

 

Questionado sobre os planos para o futuro, Giordano é categórico. “Brasília tem um terreno muito fértil e acredito que temos muito ainda para crescer. Meu plano é fazer parte desse crescimento com projetos culturais que possam se firmar aqui”, sonha. A tática defendida é criar pontes, conectar pessoas e consolidar ideias. “Criar uma rede dessas pessoas que assumem trabalhos autorais, entrar em contato, promover esses artistas e escritores, conectá-los ao público. Fomentar. Ocupar a cidade tanto física quanto intelectualmente”.

 


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}