GPS | CULTURA

Malícia

Único representante do DF na mostra competitiva, longa-metragem filmado em bairros da cidade estreia no Festival de Brasília

Único filme de Brasília na mostra competitiva do 49º Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, Malícia, do diretor Jimi Figueiredo, foi exibido na noite de ontem, 25, no Cine Brasília. As cenas foram gravadas em Ceilândia, no Plano Piloto e em Sobradinho, e a produção captou R$ 900 mil de edital do Fundo de Apoio à Cultura (FAC). A obra brasiliense, que aborda a privacidade das relações pessoais, fechou a noite do quinto dia da disputa – a premiação é amanhã, 27.


Ao ser anunciado, Malícia foi muito bem acolhido pelo público local. A produção candanga contou, entre outros artistas, com a atriz Viviane Pasmanter. “Foi um trabalho em que pude experimentar e improvisar, no qual tive uma liberdade plena para atuar”, destacou a estrela. De acordo com o diretor, o longa retrata um pouco da relação doentia do homem com a internet e as redes sociais. Jimi Figueiredo também destacou o apoio dado pela Secretaria de Cultura para a realização da obra. “Foi fundamental para deixar de ser uma ideia e se tornar uma realidade.”
 

Às 19 horas, na primeira sessão da noite, foram exibidos o curta fluminense Confidente, de Karen Akerman e Miguel Seabra Lopes, e o média paulista Procura-se Irenice, de Marco Escrivão e Thiago Mendonça. “Trata-se de um filme com a proposta de trabalhar com imagens de arquivo para falar de memórias”, explicou Akerman. “Nosso filme é uma forma de retratar nossas batalhas de vida por meio das lutas cotidianas da personagem principal”, destacou Marco Escrivão.
 

Filmado ao longo de 20 anos, a coprodução entre Rio de Janeiro e Costa Rica Vinte Anos, de Alice de Andrade, levou ao público três histórias de amor em Cuba, no encerramento da primeira sessão. “A gente fala do amor a Cuba. É uma viagem no tempo. Como se fosse uma via de contramão aos tempos de intolerância que vivemos”, frisou Alice de Andrade. Na segunda sessão da noite, as películas Bodas de papel, de Keyci Martins e Breno Nina, do Maranhão e Demônia – melodrama em 3 atos, de Cainan Baladez e Fernanda Chicolet, representando São Paulo, antecederam a exibição do longa-metragem brasiliense.
 

As equipes dos filmes O delírio é a redenção dos aflitos, Estado itinerante, Elon não acredita na morte, Abigail e Antes o tempo não acabava participaram de debates durante o quarto dia de programação no Kubitschek Plaza Hotel. O dia no hotel ainda contou com os seminários O legado de Francisco Sérgio Moreir A relevância do cinema agora!, e Bernardet 80 anos: o impacto de seu pensamento no cinema brasileiro. No Cine Brasília, antes da mostra competitiva foram exibidos seis filmes no segundo e último dia da Mostra Brasília.
 

Até esta segunda-feira (26), serão exibidos diariamente no Cine Brasília obras concorrentes de curtas, médias e longas-metragens. Os ingressos custam R$ 12 (inteira). No dia seguinte à exibição, haverá reprise gratuita dessas produções, às 15 horas, na Sala 4 do Cine Cultura Liberty Mall (SCN, Quadra 2, Bloco D).

Sobre Malícia

“Malícia não quer dizer maldade, mas sim entrar no jogo e saber como jogá-lo. Essa é a reflexão que queremos”, explica Figueiredo, em referência ao título da obra. A ideia, segundo ele, surgiu de uma curiosidade sobre como as pessoas se observam e sobre como a falta de privacidade pode ressignificar a comunicação.
 

No elenco, há uma mistura entre atores locais e do eixo Rio-São Paulo. Mesclar os artistas, segundo Figueiredo, é uma forma de criar uma ponte entre as cidades. “É um filme de Brasília, mas, antes de tudo, é uma obra do cinema nacional, que tem o objetivo de fortalecer a cidade no segmento brasileiro”, reforça. “As cenas foram gravadas aqui [em Brasília], mas muitas podem ser consideradas de qualquer lugar do País.”
 

 

 


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br