GPS | TECNOLOGIA

Até na madrugada

COLABORADOR Larissa Duarte   
|   23/08/2016 13:00 ( atualizada 23/08/2016 13:00)   
FOTO Getty Images/Reprodução/Facebook   
Para encaixar Pokémon Go na rotina, adultos adeptos do jogo optam por "caça noturna" em pontos da Capital

Divisor de opiniões desde o seu lançamento no Brasil, o número de simpatizantes e oposicionistas do jogo Pokémon Go cresce em sincronia. Para uns, o aplicativo chegou como mais um motivo para sair de casa, se encontrar com os amigos e explorar a sua cidade. Já para outros, a exposição dos usuários na rua é um atrativo para roubos e pode causar acidentes, já que app exige o uso do smartphone. Durante as últimas semanas, a equipe do GPS|Brasília passou pelo Parque Ana Lídia, no Parque da Cidade, e ficou surpresa com a quantidade de pessoas interagidas com o game durante a madrugada.


Por volta da 1h da manhã, cerca de 70 jogadores entre jovens que saíam do trabalho e até adultos engravatados circulavam pelo local, que se tornou um dos points preferidos dos usuários pela quantidade de “Pokéstops” e “Pokelures”, itens do jogo que atraem Pokémons e disponibiliza Pokébolas. Nesse horário, diferente do que estamos acostumados a ver pelas manhãs e tardes no famoso “foguetão”, o cenário do Parque passa a ser composto por pequenos grupos de amigos em um canto, casais sentados nos banquinhos, um ou outro caminhando sozinho... Mas todos com o celular na mão capturando criaturas. A caça noturna, porém, é silenciosa. De vez em quando é possível escutar alguns gritos: “Tem um Pokemón raro aqui!” ou “Alguém conseguiu capturá-lo?!”.


Enquanto acompanhávamos o "corujão", conhecemos Luiz Gabriel Xavier e Bárbara França, advogado e nutricionista, assumidamente geeks e “treinadores Pokémon”. “Minha mulher estava receosa quanto ao jogo, mas acabou baixando e agora está mais viciada do que eu”, contou Luiz. “Eu estava com preconceito mesmo! Mas se tornou um ponto positivo, pois a gente acaba fazendo exercício, sai de casa, socializa... Fora que você revive a sua infância!”, respondeu Bárbara. No vídeo abaixo, o casal explica porque a madrugada é o melhor horário para sair “à caça” dos personagens:




Entre os motivos da escolha do horário e local, os jogadores priorizam a segurança do local. O posto da Polícia Militar no Parque Ana Lídia funciona como base de apoio, os policiais fazem a patrulha pelo local, mas não ficam sempre fixos ali. Apesar da supervisão, a PM adverte que o jogador do aplicativo tende a ficar desatento e expor o bem móvel a todo tempo, se tornando um alvo fácil para ladrões.

“A alienação de crianças, jovens e adultos pode gerar riscos ao se mover na rua e se acidentar, ou tropeçar ou até mesmo ser atropelado. Há relatos de pessoas que invadem propriedade alheia, correm riscos ao entrar na água ou até mesmo usam o aplicativo enquanto dirigem”, comunica. As autoridades consideram importante que os usuários sigam algumas orientações, independente do horário da jogatina:


1 - Não exponha seu bem em locais públicos ou ermos, você pode se tornar vítima em roubos;

2 - Não utilize o aparelho celular enquanto dirige, além de ser infração de trânsito, pode causar sérios acidentes;

3 - Não invada propriedade privada, não vilipendie sepulturas, não cometa crimes, sua liberdade é muito importante;

4 - Não ande em locais ermos procurando Pokémon, sua vida é muito valiosa;

5 - Não faça coisas que naturalmente você não faria por correr riscos, como pular muro ou entrar na água sem saber nadar;

6 - Não ande desatento, preste atenção onde pisa, olhe para os lados  e para a frente a todo tempo, minimize os riscos e priorize sua integridade física;

7 -Não deixem crianças jogar sozinhas por aí, as ruas podem ser muito perigosas para elas;

8 - Os jovens costumam jogar mais à noite, onde o perigo pode ser maior, pela falta de iluminação, por diminuir a quantidade de pessoas nas ruas e por haver um índice maior de roubos, principalmente de celular. É importante evitar certos locais e horários, para minimizar os riscos.



Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br