GPS | ESPECIAIS

Sim, você pode dançar

COLABORADOR Redação   
|   13/06/2016 07:08 ( atualizada 13/06/2016 07:08)   
FOTO Giovanna Bembom   
Luciana Bim contou com ajuda da dança para superar a morte dos pais: "foi ela que me tirou da cama"

Saltos, movimentos e ritmo. A dançarina Luciana Bim inspira seus passos na experiência de vida. Cada detalhe, cada coreografia expressa sua trajetória. Nascida no Rio de Janeiro, Luciana veio para Brasília aos dois anos. “Eu amo Brasília pela arquitetura, pela organização e pelas pessoas. Eu acabo conhecendo várias culturas em um só lugar”, aponta.

A dança entrou na vida dela aos seis anos. “Minha irmã mais velha dava aula de dança em uma academia e então eu consegui uma bolsa de estudos de ballet”. Após um tempo praticando a modalidade, com nove anos de idade, Luciana perdeu a bolsa, mas acabou embarcando para o jazz. “Foi uma descoberta muito boa”, afirma. Aos 14, já dava aulas de dança. Aos 17, seguiu para a graduação em Educação Física. “O meu negócio é mexer com gente, mexer com corpo”. Luciana conta que adorava o curso na faculdade, pois dominava as aulas práticas, devido ao conhecimento adquirido ao longo da vida. “A dança sempre foi paralela comigo. Nunca deixei de dar aula de dança. Nunca parei de dançar”.


 



Ao longo de 12 anos ministrando aulas na academia Lúcia Toller, a professora admite ter crescido muito. “Lá, aprendi a gerir e vi que era possível viver da dança”, justifica. Em seguida, Lu entrou na Companhia Atlética, onde dava aula de ritmos para mães e crianças, e prevaleceu por 15 anos.

Festas

A soma de toda a experiência chegou ao reconhecimento. Mães de jovens debutantes a procuraram para coreografar apresentações de dança em festas de 15 anos. Luciana esteve presente nas mais badaladas festas de 15 anos e foi responsável pelas apresentações das aniversariantes e seus daminhos. “Ao ver a debutante entrando e dançando, sabendo que eu ajudei a proporcionar isso para ela, é algo ímpar”, confirma satisfeita. A carioca também atendeu ao nicho de casamentos.
 

 

De outro lado, sonhando em trabalhar com atendimento individual, a professora abriu o Luciana Bim Estúdio Corporal para cuidar da correção postural de forma mais direcionada, ou seja, exclusivo ao cliente. No estúdio, a empresária aprendeu a dirigir a empresa e as pessoas. “Eu gosto de desafios”. Em seguida, a dançarina inaugurou a academia Allumi, voltada para aulas de dança.

 



Perdas

Há aproximadamente quatro anos, Luciana perdeu os pais em um acidente de carro. Ambos estavam vindo para Brasília e chegaram a falecer após uma batida. “Foi um choque na minha vida. O chão abriu e eu meti a cara”. Aos poucos, a dançarina começou a procurar por respostas e encontrou conforto no Espiritismo. “Meu papel de filha tinha acabado, mas meu papel de mãe não. Minha filha precisava de mim”, diz. A empresária levou anos para entender o acontecimento e entrou com medicamentos para tratamento.

 



Superação

Foi na expressão corporal que Luciana encontrou forças para continuar. “Chegar ali na academia após a tragédia e receber o carinho dos meus alunos foi maravilhoso. Pensei: foram as boas vindas à vida!”. Uma semana após a perda, Luciana recebeu o Prêmio Nacional do Ano na categoria Dança. “Foi ele que me tirou da cama”. Além disso, os exercícios físicos foram essenciais para o processo de superação: “a dança libera adrenalina, melhora a autoestima”.

Confiante, feliz e realizada. Hoje, Luciana é grata por tudo que conquistou. Entre projetos futuros, a dançarina pretende expandir a academia de dança Allumi. “Quero fazer com que pessoas normais sejam felizes através da dança. Esse é meu foco”. Luciana admite ser outra pessoa depois da morte dos pais. Cheia de sonhos, realizações e alegria, a professora deseja visitar crianças e idosos carentes e colocá-los para dançar. Sua filha Juliana, 18, é o tesouro de vida. “Essa catástrofe chega na gente, mas podemos sobreviver. A vida é feita de escolhas. Você escolhe o que quer viver. Eu podia estar debaixo de uma coberta, deprimida, chorando, mas eu escolhi ser feliz”, conclui.

 


Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br
{slideshow_baner}