La vie en bleu

Em celebração ao aniversario de 70 anos da casa francesa Dior, a loja de departamento Galeries Lafayette - mais tradicional da europa no segmento roupas e lifestyle -, preparou uma ação especial para enaltecer a marca durante as próximas semanas. De 20 de setembro até 10 de outubro, o histórico edifício da Boulevard Haussmann colore 11 vitrines com exposição “I Feel Blue”, que traz também 11 modelos originais numa tonalidade única de azul-marinho.

Ainda em clima de celebração, a maison deu a luz à linha Dior Constellations, com bolsas, sapatos, velas aromatizadas e cintos inspirados nos signos do zodíaco - tudo à venda com exclusividade na Galeries Lafayette.

.
Três vezes Brasília

Estilo, gastronomia, internet, arte, entretenimento, beleza e consumo - junte tudo numa panela, misture bem, jogue pitadas de aulas fitness e digital influencers a gosto: está servido o evento de moda itinerante Tea3.

Idealizado por Lorena Mazali, Milene Pulice e Sendy Cristani, o gathering da empresa paulistana desembarca na Capital Federal nos próximos dias 25 e 26. Com programação animada, o encontro faz a ponte São Paulo-Brasília incorporando marcas consagradas das duas metrópoles; entre elas, By Helena Bordon, NV by Naty Vozza, AM:PM, Hello Tees e as candanga Dobe, Dane-se, Dama Gym Concept, Thaje, Casa em Festa e Arpa Bikineria, além de muitas outras.

Dando início à novidade, a sexta-feira amanhece com um aulão funcional ministrado pelo professor Leonardo Peleja, às 9h. Já no sábado, a aula é de Burndance, capitaneada pelo instrutor Bruno Mendes. As primeiras 20 alunas inscritas ganham um mimo, camisetas personalizadas feitas exclusivamente para o happening, assinadas pela Dama Gym Concept, além das delícias naturais da Boutique do Suco, que também estão inclusas no regalo. Ambas as manhãs são seguidos de um brunch especial oferecido pelo restaurante D.O.C., e às 16h, um pocket show com Adriana Samartini está marcado para fechar com chave de ouro.

A primeira edição do projeto foi realizada em junho, na capital paulista. Após aterrisar no Planalto Central, segue em turnê até o fim do ano, marcando ponto em Recife, Goiânia, Campinas, Rio de Janeiro e Belo Horizonte.

 

 

 

.
Champagne da F1

A marca já vinha marcando presença nos pódios desde o início desta temporada. Mas só agora, no GP da Hungria, formalizou sua estreia. É o primeiro Champagne a ser pulverizado nas celebrações dos três primeiros colocados de cada etapa desde 2015, quando o patrocínio do Champagne Mumm chegou ao fim. A marca agora patrocina a Fórmula E. 

O vinho utilizado ao final de cada corrida é um 2009 Blanc de Blanc Grand Cru com frascos revestidos com uma capa de fibra de carbono especial, derivada da mesma fibra de carbono usada para fazer os próprios carros de corrida. Ela leva uma semana inteira para um artesão aplicá-la em cada garrafa.   A família proprietária do Carbon está no mercado de Champanhe por quase dois séculos e produz seus próprios rótulos desde 1920, mesma época em que a era dourada do Grand Prix de automobilismo estava começando.

 

.
Comer & Beber

Pela primeira vez, Brasília terá o festival gastronômico Menu VEJA Comer & Beber Brasília. O evento que é apresentado pelo Santander, começa na próxima segunda-feira, 21 de agosto e vai até 17 de setembro. Serão 23 estabelecimentos que irão oferecer um cardápio fixo em três etapas: entrada, prato principal e sobremesa por R$ 49,90, no almoço, e R$ 64,90, no jantar (serviço não incluso).   O festival acontece em conjunto com o lançamento da 14ª edição de VEJA Comer & Beber Brasília. A publicação traz 200 endereços selecionados e matérias do universo gastronômico da cidade, além dos melhores estabelecimentos nas categorias: Comidinhas (Café, Doceria, Hambúrger, Padaria, Salgado, Sorvete), Bares (Boteco, Cozinha de Bar, Carta de Cervejas, Música ao Vivo, Para Paquerar) Restaurantes (Carne, Italiano, Oriental, Peixes e Frutos do Mar, Pizzaria, Variado, Restaurante Revelação, Chef da Cidade e O Melhor da Cidade).   Confira a relação dos participantes do festival gastronômico Menu VEJA Comer & Beber Brasília:   Baco Pizzaria (pizzaria) – jantar China (chinês) – almoço e jantar CRU Balcão Criativo (variado) – almoço e jantar duoO (mediterrâneo) – almoço e jantar EAT Olivae (contemporâneo) – almoço e jantar Empório Árabe (árabe) – jantar La Chaumière (francês) – jantar Lake’s (variado) – jantar Limoncello (italiano) – jantar Marzuk (árabe) – almoço e jantar Nikkei (japonês) – almoço N.O.A.H Eat, Drink, Fun (variado) – almoço Oliver (variado) – almoço e jantar Parrilla Burger (carnes) – jantar Piantas (variado) – jantar Piauíndia (indiano) – almoço e jantar Pobre Juan (carnes) – almoço e jantar Primeiro Cozinha de Bar (variado) – jantar Trattoria da Rosario (italiano) – almoço e jantar   Os menus completos você confere através do link.

.
Premiados

Quando o assunto é gastronomia não recusamos boas recomendações, certo? Se você faz questão de conhecer casas premiadas, te dedicamos essa matéria. Por meio de júri, a 14ª edição da publicação Veja Comer & Beber Brasília listou os melhores estabelecimentos da Capital, dividindo-os em várias categorias, como café, doceria, boteco, carta de cervejas, italiano, oriental, pizzaria, chef do ano e melhor restaurante dos anos 2017/2018. Confira abaixo os campeões: COMIDINHAS Café – Ernesto cafés Especiais Doceria – Daniel Briand Pâtissier & Chocolatier Hambúguer – Páprica Burger Padaria – La Boulangerie Salgado – Casa de Biscoitos Mineiros Sorvete – Saborella BARES Boteco – Pardim Carta de Cervejas – Santuário Cozinha de Bar – Loca Como Tu Madre Para paquerar – Pinella Música Ao Vivo – Outro Calaf RESTAURANTES Chef do Ano – André Castro, do Authoral O melhor da Cidade – Taypá Restaurante Revelação – Authoral Carne – Otro Parrilla Italiano – Gero Oriental – New Koto Peixes e Frutos do Mar – Nau Frutos do Mar Pizzaria – Baco Variados – Grand Cru

.
Visita validada

Lançado há pouco menos de um mês, o Magpi promete fidelizar seus usuários de maneira diferente, em parceria com restaurantes da Capital. Idealizado pelo publicitário Wellington Braga, o aplicativo oferece dinheiro na conta corrente para quem visita e/ou indica um dos restaurantes associados ao app. “Sou publicitário e meu dia a dia é muito corrido, com isso, acabo almoçando fora durante a semana, e conhecendo muitos restaurantes. Meus amigos sabendo disso me pedem muitas indicações. Com o passar do tempo pensei ‘eu não ganho nada com essas indicações, ninguém me paga por isso’ e foi daí que surgiu a ideia do Magpi”, explica Wellington. Sucinto ao descrever sua criação, ele ressalta: “o Magpi nada mais é do que um aplicativo que te paga em dinheiro para você visitar e indicar restaurantes”, e brinca: “é como um PokémonGo, só que de dinheiro.” Wellington Braga As casas que já possuem a tecnologia do sistema operacional recebem um Beacon (pequenos dispositivos de localização via bluetooth), que interage a todo o momento com o aplicativo, gerando pushs e permitindo que os clientes validem suas visitas e indicações. Na lista de estabelecimentos que já estão usando o Magpi, Tejo, Bartolomeu, Chicago Prime, Arabetto, Pizzaria San Marino, Torteria de Lorrenzo e o Boteco do Juca, só na Asa Sul. Na Asa Norte, tem o Lisboeta, o Café e um Chêro e o Spoleto (Unb). Ainda no Plano Piloto, Dona Chica, no Lago Sul, e Gordeixos e Arabetto no Sudoeste, além da loja de equipamentos de cozinha, All Kitchens. Já em Águas Claras, os usuários do aplicativo podem ganhar dinheiro visitando o Casero Restaurante & Bistrô, o Arabetto, Steak Grill, Chicago Prime, e os bares Piratas, Dom Tattoo Lounge Bar e Querosene. Em Vicente Pires, tem o Gauchitos e o Império das Pizzas. Entre as redes, que estão espalhadas pelas cidades do DF, estão a Pizza Hut, o Hum!Burguer, e o American Prime. Beacon Como funciona Ao instalar o aplicativo, o usuário encontra um mapa com os restaurantes cadastrados e o valor que cada estabelecimento paga pela visita. Os valores são definidos pelos restaurantes de acordo com ticket médio de cada um. Além de remunerar pela visita, o aplicativo ainda oferece mais duas opções de ganhos para os usuários. A primeira é por meio da indicação, que se dá toda vez que o usuário indicar o restaurante a um amigo e este validar a visita; e a segunda maneira se dá pelo consumo. Basta consumir algo, pedir a nota fiscal com CPF e enviá-la pelo aplicativo para ganhar um percentual do valor gasto em dinheiro na conta bancária.  Resgate Todo dia 15 do mês o dinheiro acumulado pelas visitas e indicações entra na conta do usuário. São seis opções de bancos (BRB, Bradesco, Caixa Econômica, Banco do Brasil, Santander e Itaú), para que o cliente possa cadastrar o de sua preferência. Com planos de expansão para grandes cidades como Rio de Janeiro, São Paulo e Goiânia, a proposta de aumentar o alcance do aplicativo não só para restaurantes, mas também para outros empreendimentos, como lojas de roupas, oficinas, entre outras, é algo cogitado por Wellington. “Mesmo recém-inaugurado, o Magpi tem crescido bastante, espero que cada vez mais usuários e restaurantes adquiram essa nova tecnologia”, finaliza.

.
Todos os direitos reservados - 2014
Política de Privacidade
Termos e Condições
Anúncie Conosco:
SHIS QI 05, Bloco F, sala 122, Centro Comercial Gilberto Salomão
CEP 71615-560 - Brasília - DF - Brasil
Telefone: +55 (61) 3364-4512 | Email: info@gpsbrasilia.com.br